O FUNDO DO POÇO — sobre a depressão

Somente pessoas que já passaram por uma situação de depressão podem entender verdadeiramente o que sente alguém que está passando por esta doença. Nem a família, nem seu companheiro ou companheira, muitas vezes nem um psiquiatra ou psicólogo conseguem verdadeiramente saber o que se sente neste estado. Eles podem ter empatia, compaixão e querer ajudar o outro, mas vê-se em seus olhos que não alcançam a magnitude da dor e do sofrimento de uma pessoa nesse estado.

Já é comprovado cientificamente que se trata de uma doença física, as sinapses dos neurônios estão mais “fracas“, e a falta de serotonina de fato derruba estas pessoas. Mas emocionalmente e na alma, a dor é tamanha que a maioria das pessoas não faz ideia do que o outro está sentindo. É como se não houvesse saída para esta dor, como se nunca mais você conseguisse sair deste torpor. Há dias que a dor é tão profunda que parece que você está no fundo do poço e você fica lá, imóvel, só desejando para que esta dor vá embora. Ou então você fica quietinho, imóvel, com uma expressão de sofrimento no rosto, como se nunca mais soubesse o que é dar uma risada.

As reações mais comuns dos que estão à sua volta são: “você está muito negativo, saia dessa… está chato ficar com você, vou acabar evitando te encontrar“; “desculpe, não te liguei porque não sabia o que dizer…“; “tentei te ligar mas você não queria falar com ninguém, não liguei mais porque não saberia lidar com esta rejeição de novo…“; “saia dessa, você tem que pensar nos seus filhos, na sua família!“; “coragem, força, ânimo! Não se deixe abater assim…“. E é absolutamente esperado mesmo os amigos mais próximos e companheiros simplesmente se afastarem, porque cada um lida com suas dores e o outro está pesado demais….

Um conselho a estas pessoas: não dá para sair. Não é uma questão de força de vontade. Não é que você está se vitimizando. Você só não consegue ver uma saída e nenhuma das frases acima vai ajudá-lo. Também não é o momento de cutucar feridas ou tentar ir a fundo no porquê desta dor. A pessoa não conseguirá trabalhar nada que possa feri-la ainda mais.

Simplesmente fique ao seu lado. Diga que a ama. Diga que ela é importante, é especial, e que você sabe que ela vai sair dessa. Fique em silêncio mas mostre que quando ela quiser estará ao seu lado.

Um conselho a quem passou por isto: não fique com raiva das pessoas que aparentemente te “abandonaram“ com as frases acima.

Elas simplesmente NÃO SABEM o que é depressão. Não fazem ideia. E, na verdade, elas não podem realmente te ajudar, a não ser com amor. Só quem pode te ajudar é você mesmo. É sua alma, sua consciência, que talvez no momento da mais profunda dor vai gritar: “eu não aguento mais esta dor! Eu não mereço isso! “. Este é o primeiro passo para a saída.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Rising Spirit’s story.