As promessas do Marketing de Conteúdo para 2016

Chega o início de mais um ano e todos os formadores de opinião fazem suas apostas e tendências. Porém, podemos acompanhar listas extensas e, que sinceramente, deixam o profissional de marketing digital pensando: “Como vou convencer meu chefe de que precisamos aumentar nossa presença digital em mais um ano desafiador para a economia brasileira?”

Os desafios de 2016: devemos ser mais assertivos, criativos e encantadores que antes!

1) Autenticidade: ao longo da carreira na área de marketing digital, já vivi a fase do querer ser melhor, ter mais likes, compartilhamentos e tudo que agrega nesse meio. Teve a fase de ver o quintal do vizinho, achar lindo e querer plantar as mesmas flores. Até que compreendi, que deveria plantar as flores de que eu gosto e que combinam com a minha casa. Sendo mais clara: é muito legal ter o seu conteúdo reconhecido por milhares de pessoas, com muitas curtidas e acessos. Porém, esse material é autentico ou é mais uma cópia de alguém? No caso de empresas, esse conteúdo faz sentido para sua marca e seguidores? Tem sinergia com os dois polos ou é só um conteúdo para trazer likes e não agregar no diálogo marca e consumidor? “Deu certo na página do concorrente. Vou fazer também para ganhar mais compartilhamentos”. Vale uma reflexão.

2) Clareza e objetividade: Vivemos a era do bombardeio de informações. Cada dia mais blogs e formadores de opinião surgem e, naturalmente, temos que fazer um processo de seleção do que iremos ler. Sabendo disso e da falta de tempo que as pessoas possuem, é importante fazer textos claros e objetivos. Não digo abolir textos grandes, mas mesclar o conteúdo ou dividir em partes — se possível for. Testes os formatos e veja o que dá certo com seu público. Independente do tamanho, não enrole muito para passar a mensagem.

3) Conversas personalizadas: a internet é povoada por três gerações distintas: x, y e z. Você não pode falar com eles da mesma maneira. Esteja nas redes sociais que seu público-alvo está e se adeque à comunicação “local“.

4) Conteúdo patrocinado: Com o volume de informação que temos na internet, não ache que o seu material vai se espalhar organicamente por aí e atingir todo mundo. Separe uma verba para impulsionar seu trabalho e alcançar mais pessoas. Para quem está no início das ações de marketing de conteúdo: essa é uma fase de adaptação e aprendizado. Você não vai “bombar” do dia para a noite. É necessário experimentação, paciência e um pouco de patrocínio também.

5) Vídeo: Que material em formato de vídeo é tendência todo mundo já sabe. Pense em novas maneiras de alcançar seu público e lembre-se: menos é mais. Seja sucinto. Quanto mais rápida sua mensagem for captada pelo espectador, melhor para você e para ele.

Tem alguma dica e opinião sobre as tendências de 2016? Escreva nos comentários!

Ah, e Feliz 2016!

Show your support

Clapping shows how much you appreciated roanitta’s story.