Barragem contra erosão

Não me deparei com nenhuma daquelas ficções

Que te ensinam a se entorpecer de amor

Com nenhuma daquelas histórias com gosto de café com leite

E aquele cheiro de rotina matinal

Não esbarrei na dor de um sorriso que nunca se fecha

E tampouco já senti aquela caixa explosiva que parece existir no lado esquerdo no peito

Não tropecei em nenhuma pedra de saudade

Até agora, meu muro de chumbo e concreto, aguentou

Até

agora

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.