Relembre os confrontos históricos de River e Boca nas competições sul americanas.

Boca Juniors e River Plate se enfrentam nos dias 10 e 24 de novembro, em busca da taça mais cobiçada do continente. Será o quinto confronto em Libertadores das duas equipes.

A primeira vez que duelaram foi em 1978. Após empatar por 1x1 no Monumental, o Boca Juniors venceu o jogo de volta por 1x0 e se classificou para a grande final.

(Reprodução: Futebol Portenho.Mastrángelo celebra o gol da equipe xeneize.)

Os dois clubes voltaram a se encontrar, 22 anos depois. Em 2000, na fase quartas-de-final, o River Plate venceu o jogo de ida por 2x1, mas foi derrotado na partida de volta por 3x0.

Em 2004, o Boca Juniors venceu na ida por 1x0, na partida de volta o River Plate bateu o rival por 2x1. A decisão foi para os pênaltis e Pato Abondazieri classificou o clube azul ouro. O duelo ficou marcado pela comemoração de Carlitos Tevez, que imitou uma galinha.

( Foto: @lamitadmas. Maxi López perde a última cobrança e deixa o Boca a um gol da classificação)

E o confronto mais recente foi em 2015. Duelo que ficou marcado pelo gás de pimenta. O River Plate venceu no Monumental, pelo placar mínimo de 1x0. Na La Bombobera quando o jogo estava no intervalo e com o placar de 0x0. A torcida do Boca jogou spray de gás de pimenta no vestiário da equipe rival. O jogo foi paralisado e os donos da casa foram excluídos da competição pela Conmebol.

(Reprodução: The Guardian. Foto: Natacha Pisarenko/ AP). Jogadores do River Plate sofrem com os efeitos do gás de pimenta.

Os dois clubes também já duelaram pela Supercopa em 1994 e pela Sul Americana em 2014. O Boca ganhou a Supercopa e o River levou a melhor na Sul Americana.

Nos sete confrontos em competições sul americana, o Boca Juniors tem ampla vantagem, saiu vencedor em cinco oportunidades. Contra apenas duas classificações da equipe dos Milionários. E agora, quem vence a maior final da história da Libertadores?