How to be a Person by Shane Koyczan

Ontem assisti a um video do poeta, Shane Koyczan, já sentia uma grande admiração pelo seu trabalho. Então fazer uma tradução livre de seu texto, para que ele seja mais acessível aqui nas terras brasileiras. O texto em inglês chama ‘How to be a Person’, traduzindo ‘Como ser uma pessoa’. Espero que gostem tanto quanto gostei.


Como ser uma pessoa:

  1. Primeiro, encontre sua voz, saiba que nem todas formas de linguagem contêm palavras, sua voz pode ser música, pode ser dança, sua voz será a forma que te expressa da maneira mais sincera, sua voz é arte, se seu coração está quebrado faça uma obra de arte com os pedaços.
  2. Lembre-se que você é um artista, não importando quão constantemente o mundo tente te dissuadir disso ou como um “emprego de verdade” tente enterrar essa parte de você que expressa seus sentimentos quando a linguagem falha, você, é um artista. Sendo cozinhando ou construindo robôs, você saberá o seu meio no instante em que perceber quão apaixonado você está com o que isso mostra a beleza em você.
  3. Peça desculpas, você nem sempre estará certo, você nem sempre estará errado, tomara que você esteja sempre aprendendo, a reparação é um sacrifício do orgulho, explicar o porque você fez o que fez ou disse, não irá justificar ou te dar razão, se o custo da cura de alguém é somente seu orgulho, então peça perdão e seja grato por receber paz em tal barganha.
  4. Perdoe, perceba que você ainda esta aprendendo, se o perdão não é possível então pense de tudo que você gostaria de perdoado e não foi, perceba essa inquietação em sua mente até você sentir que a vontade para a absolvição se transforme em desejo, perceba que você pode conceder esse desejo para os outros, se você esta esperando por perdão, esteja preparado para esperar, esteja preparado para ficar no caminho do tempo e murchar, respeite que o perdão, é difícil, as transgressões não são todas iguais, e nem todo mundo se cura de acordo com seu calendário.
  5. Aceite que peidar, é engraçado, tudo bem, nem sempre apropriado, e as vezes desagradável, mas se você não consegue rir de um peido, se você fica mais ofendido por um peido, do que pela guerra, pela fome, pelos políticos corruptos, o desmatamento, o racismo, o sexismo, a divisão de classes, os injustamente presos, a forma de tratamento das mulheres, a execução de hipotecas que tomam lares enquanto as dividas dos bancos são perdoadas, se um peido te ofende mais do que qualquer uma dessas coisas, então você não é uma pessoa e não é possível te ajudar, entre para um culto, tome um suquinho.
  6. Saiba que amor, é uma vulnerabilidade, mas não uma fraqueza, amor é o voluntário que levanta as mãos e caminha para frente sem precisar de reconhecimento, o amor é a única moeda de troca que funciona de maneira reversa, porque a única maneira de tê-lo em abundância, é dar o máximo possível.
  7. Não ria para ser aceito, o riso, deve ser honesto, se não há sinceridade em sua alegria então sua felicidade é uma falsificação que engana somente você mesmo.
  8. Não tema ser odiado, mas seja cuidadoso quando tratar com aqueles habitados pelo ódio, você será odiado, não importando quem você seja ou o que você diga ou faça, você será odiado pelos seus sucessos ou teu erros, pela sua boa aparência, ou sua má aparência, por sua inteligência ou estupidez, ódio, é filho daquele que odeia, alimentado pelos preconceitos que lhe dão. Frequentemente você não terá controle sobre as coisas pelas quais você é odiado, saiba que antipatia, se torna o mestre de seu dono, sabendo que você será odiado não importando quem você é, então seja destemido e corajoso o suficiente para ser quem você quer ser, o ódio é, não mais articuladamente eloquente do que a poesia da expressão: “ Não é problema seu”
  9. Tente… o menor dos sonhos que você tentar fazer acontecer vale mais do que o maior sonho que você nunca tentou.
  10. Seja profundamente grato, e continuamente admire-se pelo poder que possui, você está vivo, dentro de um cosmos sem fim com uma liberdade que brilha mais forte no escuro, escolhas, suas escolhas, pertencem a você tão intimamente, que nunca o deixarão , eles são como a natureza mutável do amor, onde a maquinaria quebrada de nossos corpos irá abandoná-lo no tempo, bom ou ruim, elas permanecerão sempre, uma relíquia, que mostra para o futuro quem você era e o que você representava, então saiba que o que você escolhe para defender é o que irá informá-lo sobre o que você escolheu para se opor, então fique de pé! Como se cada passo representa-se aquilo que você acredita, então, coloque seus pés com firmeza no chão, para que eles possam criar raízes em suas convicções e você fique de pé.

Shane Koyczan

O original:

https://www.youtube.com/watch?v=qzkAaM0HjnU

Like what you read? Give Rodrigo Barbosa a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.