Como foi meu primeiro ano como Nômade Digital
Fernando Kanarski
836

É muito legal acompanhar a tua evolução, cara. Seja de perto, turistando enquanto você trabalha na “star-escritório-bucks” (hehe), ou então lendo os relatos de outros cantos remotos do mundo. Como diria o grande pensador contemporâneo Tigrão: “não para, não para, não para não”.

Muito sucesso no seu nomandismo e carreira! Grande abrasss!

Like what you read? Give Rodrigo Bozza a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.