Analogia
mrella
21

até onde entendo, essa experiência era uma crítica à mecânica quântica de Copenhague (mostrando o evidente paradoxo da suposição quântica do Copenhague)… schrodinger não acreditava na eliminação da ambivalência (nem na suposição vivo-morto), isto é, para ele era ilógico pensar nesses termos (de que as superposições quânticas sofrem “colapsos” durante a mediação quântica – do observador). Uma solução do paradoxo vivo-morto é a teoria dos colapsos objetivos – tive essa informação numa aula de antropologia, onde estudávamos grupos de transformação e teoria dos conjuntos.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.