Podemos criar uma nova “antropofagia”?
Luciano Cunha
153

Parabéns Luciano, belo artigo.

Com certeza temos que valorizar mais as artes nacionais. Seu texto me despertou a curiosidade de procurar estas obras citadas que ainda não conheço (Conheço apenas o Doutrinador e Estórias Gerais).

Estas obras maravilhosas valorizam nossa cultura brasileira. Desde que “li” o Claustrofobia do Shimamoto e conheci o Doutrinador tenho certeza que a arte de vocês estão em um nível bem superior da maioria das publicações gringas.

Infelizmente temo que estas obras não se tornem populares, pois a cultura de massa, pelo menos hoje no Brasil, passa pelo o caminho da mediocridade. E por sorte, para os amantes das HQs, vocês estão muito além da mediocridade.

Desejo-lhes todo reconhecimento, sucesso e retorno financeiro. E que continuem nos presenteando com belíssimas obras originais brasileiras.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.