Será que a Bel Pesce aprendeu mesmo a lição?
Bru Paese
1.4K225

Aqui no Medium, faço textos sobre Produtividade e, sempre ao fim deles, me pergunto se consegui entregar algo que, realmente, mude a vida de alguém. Não possuo nada muito sério como gabarito, somente meus muitos caminhos errados e a vontade de ajudar outros a não encontrar estes errados caminhos.

Não sei porque, nunca tive muito interesse na Bel. A vi pela primeira vez num TED com um inglês meio arranhado e um discurso — como você citou — raso demais. Achei legalzinha, mas só. Também não estou afim de validar o que você falou, pra mim você já ganhou minha admiração ao falar sobre esse meta-empreendedorismo, que ensina a ensinar a empreender.

Há alguns meses, passei a consumir insanamente o conteúdo de algumas pessoas internet afora. Há alguns menos meses, percebi que estava perdendo muita informação e passei a resenhar quase tudo que consumia. Foi resenhando que percebi que não havia — sequer — o que resumir, quem dera resenhar. Foram dúzias de workshops gratuitos vendendo a própria venda, inúmeros vídeos explicando que a solução pro holocausto do Japão é perseverança e várias coisas sem sentido que não consegui anotar uma coisinha sequer.

Foi anotando que percebi que não tinha o que anotar. É terrível perceber que este meta-mundo retroalimentável está consumindo as chances das pessoas ao mesmo tempo que as dá esperanças.