Igualdade, colaboração e de preferência em sinergia com o trabalho

Quando escrevi ano passado sobre comunidades (com foco nas de software), argumentando sobre como atualmente nossos acordos inter-pessoais são “artificiais” e que não são capazes de nos oferecer o que tanto buscamos para nossas vidas pessoais e profissionais, um amigo fez o seguinte comentário: “Temos que atualizar essa definição aí!”.

Fazê-los com frequência, se basear em fatos e dizer como nos sentimos pode ser a chave.

Enquanto que empresas tradicionais parecem mecânicas, hierárquicas e lineares, suas contrapartidas ágeis são mais orgânicas: equilibrando estabilidade com dinamismo, além da capacidade de se adaptar às mudanças constantes de um futuro imprevisível. …

Mas não quer dizer que não podemos aprender com elas

Comentei no artigo sobre OKRs que um tempo atrás uma das minhas metas pessoais e de carreira (daquele trimestre) era me integrar à comunidade de software da qual me sentia distante e que para tal iria medir meu progresso usando algumas métricas fornecidas pelo o Medium e o Stack Overflow

Rodrigo Perazzo

Dad & Husband. SW / Android / Arduino / IoT Engineer @inovacao_cesar. In pursuit of good habits for life.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store