Rodrigo Pereira

Rodrigo Pereira

Não há fatos eternos, como não há verdades absolutas. /+/ CRVG /+/