Podemos conhecer tudo sobre Deus?

Se desejássemos um dia nos igualar a Deus em conhecimento, ou se desejássemos encontrar prazer no pecado do orgulho intelectual, o fato de que jamais cessaremos de crescer no conhecimento de Deus seria para nós fator desencorajador — poderíamos sentir-nos frustrados pelo fato de Deus se revelar um objeto de estudo que jamais poderemos dominar! Mas se nos deleitarmos no fato de que só Deus é Deus, de que ele é sempre infinitamente maior do que nós, de que somos criaturas dele, que lhe devemos culto e adoração, então essa nos será uma ideia bastante encorajadora. Ainda que todos os dias da nossa vida dediquemos algum tempo ao estudo bíblico e à comunhão com Deus, sempre haverá mais por aprender sobre Deus e sobre suas relações conosco e com o mundo e sempre mais motivos para agradecer e para louvá-lo. Se percebemos isso, a perspectiva de um hábito regular e duradouro de estudo bíblico, e mesmo a perspectiva de toda uma vida de estudo teológico (se é teologia solidamente arraigada na Palavra de Deus), torna-se-nos algo bastante empolgante. Estudar e ensinar a Palavra de Deus tanto formal como informalmente será sempre um grande privilégio e uma grande alegria.

Wayne Grudem, em Teologia Sistemática: Atual e Exaustiva

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.