Começando a escrever minhas primeiras palavras… será que alguém vai ler?


Vejo que não é o mais importante, por hora, pois quero um lugar para colocar para fora as inquietações e mesmo que ninguém leia, serei feliz por estar simplesmente “penso logo existo”…

Um abraço!

Rogério Viana

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.