7 DORES em Pacientes que não provêm de Doenças

Você já parou para pensar no tanto de dificuldades que seus pacientes podem ter ao procurar médicos, confiar no profissional, marcar/agendar consultas e exames, ter disponibilidade de agenda médica, encontrar a clínica no mapa… São tantas variáveis, que parece que nenhum médico consegue gerenciar tudo isso, ou pelo menos acredita não ter capacidade para executar as melhorias necessárias.

Você profissional da saúde, vai ver aqui nesse artigo, 7 principais dores que talvez você esteja negligenciando ou não imaginava que de fato alguma dessas dificuldades impactariam tanto.

O fato é, quais dessas dores impactam em resultados negativos para você enquanto profissional da saúde e para o lifetime da sua clínica? Qual a SOLUÇÃO que posso tomar enquanto profissional para que essas dores não aconteçam?

1. CONSTRANGIMENTO NA SALA DE ESPERA

Muitos pacientes se constragem com o fato de chegarem no frontdesk da clínica e descobrirem que o plano de saúde deles não atende naquele consultório. Sim, isso ainda acontece e pode apostar, esses pacientes não se sentem bem frente às pessoas que estão ali aguardando na sala de espera.

SOLUÇÃO: É claro que você não poderá mudar a cultura de algumas gerações que não usam tecnologia para procurar médicos que os aceitem em seus planos, mas você e sua clínica podem resolver essa questão simplesmente estando disponíveis em um aplicativo mobile onde os pacientes possam checar a aceitação prévia. A ideia é que os pacientes busquem os profissionais da saúde de onde estiverem e verifiquem se a clínica atende os planos dos pacientes.

2. MEDO DA CONSULTA SER CARA

Muitos pacientes simplesmente não procuram ajuda médica por acreditar que aquela especialidade médica possa ser cara. Esse erro pode resultar em um problema de saúde grave, uma doença pode se propagar e se tornar incurável por exemplo.

SOLUÇÃO: Se os pacientes puderem checar os valores das consultas particulares de uma forma simples e fácil, esse problema simplesmente será corrigido. Mais uma vez, os pacientes precisam de um aplicativo para mobile que possam ver os valores das consultas por especialidade.

3. PREGUIÇA DE AGENDAR UMA CONSULTA

Muitos pacientes simplesmente entram em uma zona de conforto e não vão ao médico, mas por que isso acontece? Já existe um preconceito de que vai ser difícil agendar uma consulta, o que é natural, mesmo com planos de saúde, é difícil encontrar um profissional com referências, é difícil falar com a secretária, é difícil agendar uma consulta na semana seguinte e por aí vai. Essa expectativa faz com que os pacientes não agendem consultas.

SOLUÇÃO: Os profissionais médicos precisam reverter esse preconceito. Como? Dando a oportunidade dos pacientes conseguirem fazer isso tudo de forma remota e simples através de um smartphone e um aplicativo mobile. Procurar um médico por especialidade, ver as datas disponíveis para consulta e simplesmente clicar em agendar.

4. PERDA DA RECEITA

São tantos documentos e papéis na gaveta que os pacientes muitas vezes perdem a receita. A solução que encontram para isso é se consultando novamente (o que não é barato).

SOLUÇÃO: Possibilite que seus pacientes possam acessar a receita na web, via aplicativo mobile. Vá mais longe, possibilite que eles possam ver os seus prontuários digitais na web através de uma solicitação pelo aplicativo.

5. NÃO CONFIAR EM MÉDICOS SEM REFERÊNCIAS

Isso vem de longa data, também cultural, aprendemos com nossos pais a nos consultarmos com bons médicos e para isso, eles precisam ser indicados por pessoas que já tiveram boas experiências em tratamentos. Faz sentido? Faz! Já ouvimos muitos escândalos na mídia e até em família, de profissionais médicos cometendo atrocidades. Estamos falando de saúde e isso é sério.

SOLUÇÃO: Possibilite que seus possíveis pacientes possam ver avaliações de pacientes que já se consultaram com os médicos (mensuração do grau de satisfação). Os pacientes precisam ter online, em uma aplicativo, tudo centralizado, uma lista de médicos separados por especialidades e suas avaliações, nota de 0 a 10 e comentários, isso é colaborativo e totalmente plausível no meio digital. Quando você vai comprar um tênis pela internet, não é comum você ler as qualificações de pessoas que já efetuaram a compra? O registro do grau de satisfação e avaliação é determinante para outros comportamentos de agendamento de consulta. Além de tudo isso, o profissional médico pode a partir das qualificações, melhorar o seu atendimento e passar a prestar uma consulta muito melhor no futuro.

6. DIFICULDADE DE ENCONTRAR AGENDA MÉDICA

Mesmo nos melhores planos de saúde, dependendo da especialidade, a disponibilidade de consulta não é fácil. Há situações em que doenças se agravam em virtude da disponibilidade de consulta, doenças graves que demoram muito para começar o tratamento podem levar a morte. Outro problema é a questão da agenda do paciente não corresponder com a agenda do médico e quem geralmente sai no prejuízo é o paciente, está certo isso? Não deveria ser o contrário?

SOLUÇÃO: Ajude a tornar a qualidade da saúde no Brasil melhor… Possibilite que os pacientes possam ter autonomia para agendar uma consulta de forma fácil, avalie o tempo entre ‘quero me consultar’ e ‘passei pelo médico’. Essa é uma receita válida para você escalar o time de profissionais em sua clínica (mais profissionais, menos tempo para o atendimento), tenha o objetivo de encurtar os prazos para as consultas.

7. DIFICULDADE DE AGENDAR UMA CONSULTA

Telefone ocupado, telefone chama e ninguém atende, o tempo de espera para o atendimento no telefone é grande, o paciente não encontra o telefone para agendar novas consultas, secretária não é amigável, não há agendamento de consulta pelo site, a clínica mudou de endereço e os pacientes não foram notificados, enfim… São tantos contratempos que não facilita em nada a vida dos pacientes.

SOLUÇÃO: Mais uma vez, é preciso ter tudo centralizado, possibilite que seus pacientes possam agendar uma consulta via web, de um smartphone, tablet, desktop ou mesmo notebook.

Sintetizando… O atendimento hoje é ineficiente e não é satisfatório para hospitais, clínicas e consultórios e muito menos para os pacientes que marcam as consultas.

Em média, um paciente demora em torno de quinze minutos para conseguir marcar uma consulta, já por meio de um aplicativo mobile, esse tempo pode ser feito em apenas dois minutos.

Um software intrínseco a um aplicativo mobile reduz de forma drástica, os custos com a marcação de consultas. Faz com que o nível de satisfação do paciente aumente, devido a agilidade e facilidade da marcação. Otimiza a marcação de consultas e essa é a receita necessária para que um consultório reduza seus gastos e claro, cresça de forma ordenada.