6 dicas de SEO para subir no ranking

Photo by Carlos Muza on Unsplash

Um dos objetivos no investimento em marketing digital é colocar a marca nas primeiras posições dos mecanismos de busca, como o Google. Para isso, foi desenvolvido o SEO, cuja função é adequar uma página da web aos padrões de ranqueamento dos buscadores.

Ao atingir um bom resultado nas pesquisas da internet, a empresa é beneficiada, já que um bom posicionamento é capaz de gerar mais cliques e visitas ao site, atraindo, assim, possíveis clientes. Mas como empregar essa estratégia? A seguir, veja 6 dicas de SEO fundamentais e arrase no marketing digital!

O que é SEO?

Ao fazer uma pesquisa no Google ou em outro site de pesquisas, aparecem dois tipos de resultados: os orgânicos e os pagos. Os resultados pagos são aqueles que aparecem no topo da página e vêm sinalizados como “Anúncio” ou “Ad”. Logo abaixo, estão os resultados orgânicos, que são classificados pelos robôs das páginas de busca — como o Googlebot, do Google — de acordo com a qualidade, a relevância e a autoridade no assunto. Ou seja, por meio da análise de algoritmos e considerando diversos fatores, esses robôs decidem quais endereços da web ficam em destaque.

SEO é a sigla de Search Engine Optimization — em português, otimização para mecanismos de busca. O objetivo dessa estratégia de marketing digital é, portanto, atingir um bom resultado orgânico nas pesquisas.

O SEO pode ser:

  • On Page: são os fatores trabalhados dentro da própria página. Levam em conta a qualidade e o tamanho do conteúdo, o tempo de carregamento, título interno e título SEO, entre outros.
  • Off Page: representa os quesitos externos ao site. Esses fatores estão relacionados à autoridade de seu conteúdo e à influência dele em outras páginas. Links apontando para seu site, assim como menções e compartilhamentos da sua marca, influenciam o posicionamento dos resultados orgânicos.

Confira 6 dicas de SEO para subir no ranking

  1. Produza conteúdo de qualidade e autêntico

O mundo virtual é feito de conteúdo. Na internet, buscamos e recebemos informações a todo tempo. Por isso, produzir conteúdo de qualidade é fundamental para a aplicação do SEO.

Conteúdos originais, bem elaborados e com informações relevantes para sua buyer personacontribuirão para favorecer o ranqueamento de sua página. Vale lembrar que os robôs das ferramentas buscadoras penalizam conteúdo plagiado, mas valorizam sites atualizados com frequência e com palavras-chaves bem empregadas.

2. Escolha a palavra-chave adequada

Saber usar palavra-chave em seu conteúdo é essencial. A melhor palavra-chave não necessariamente é aquela com mais facilidade de ser ranqueada nem com maior volume de buscas. Ela deve ser escolhida pensando em sua buyer persona, no problema que esta possui e na solução que procura. Isso possibilitará um melhor posicionamento de sua produção.

O Keyword Planner do Google permite avaliar um termo de pesquisa levando em conta Demanda x Concorrência entre outros fatores. Palavras-chaves muito procuradas e que apresentam pouca concorrência, normalmente, são as mais viáveis.

3. Saiba utilizar a palavra-chave

Depois de escolher, é necessário empregar a palavra-chave apropriadamente. Ela deve ser distribuída em seu conteúdo de forma natural, pois a repetição excessiva pode indicar uma tentativa de trapacear as ferramentas de busca para alavancar seu posicionamento.

Também é válido fazer alterações nesse termo ao longo do texto. Use plural, singular, sinônimos, troque as preposições etc. Isso deixará seu texto mais natural e agradável, sem parecer que você está aplicando técnicas artificiais de SEO.

É importante utilizar as palavras ou frases-chaves no título, intertítulos, nomes de imagens, meta descrição e outros elementos da sua produção.

4. Atenção ao tamanho do conteúdo

O tamanho do texto afeta a posição da página no ranking de busca. Conteúdos mais longos são considerados mais completos e capazes de esclarecer mais dúvidas. No entanto, isso vai depender da persona atribuída ao seu negócio. Algumas pessoas podem rejeitar conteúdos com muitas palavras e preferir textos mais enxutos, desde que sejam eficientes em resolver os problemas.

5. Aprimore o tempo de carregamento

Páginas muito lentas para concluir o carregamento são prejudiciais à experiência do usuário. Por isso, sites que demoram a carregar são penalizados, perdendo posicionamento no ranking. Para ajudar nessa questão, o Google desenvolveu as ferramentas de PageSpeedque possibilitam analisar a velocidade e melhorar a performance de sua página na web.

6. Otimize as imagens

O conteúdo visual tem grande importância para as estratégias de marketing digital. A combinação de fotos e vídeos com a mensagem escrita é capaz de tornar seu conteúdo mais atraente. O Google, porém, enxerga a imagem de uma maneira diferente. Para ele compreender do que se trata e exibir uma imagem nos resultado de busca, são necessários elementos textuais.

Ao incluir uma foto, vídeo ou outro elemento visual em sua página, leve em conta:

  • O nome do arquivo: use a palavra ou frase-chave separada por hífen. Tenha em mente que espaços não são lidos pelo Google. Evite nomes com numerais.
  • O texto alternativo (alt text): ele diz ao Google do que se trata a imagem. Além de descrever a imagem nas buscas do Google, o alt text é importante para os leitores de tela, que são usados por pessoas com deficiência visual (o leitor recita a descrição da imagem ao usuário). Também serve para o caso de uma imagem na página aparecer quebrada. Em vez de ver elemento visual, o usuário poderá ler o texto alternativo.

Enquanto alguns especialistas alegam que o alt text deve ser a descrição literal da imagem, outros declaram que basta usar a palavra-chave. Para não errar, descreva a imagem empregando a palavra-chave.