Your Name

Foi tudo tão difícil, do inicio ao fim, e continua agora mesmo depois que “acabou”. Não quero falar aqui dos anos a quais te dediquei inteiramente meu corpo e alma, isso vai ficar para uma próxima, quero falar aqui hoje sobre o agora, sobre como você ainda rodeia minha vida inteira ainda.

I’m sick of you.

Já tem um tempo que não te procuro, já faz um tempo que eu tento te esquecer com todas as forças que tenho, apesar de ser o que sou ao menos eu tenho isso decidido na minha mente — Eu não posso sofrer mais por você — ou ao menos eu acho que era para ser assim.

Por mais que eu tente não relembrar nossos momentos juntos, apesar de eu tentar não fazer ligações de você com minhas ações atuais, apesar de eu simplesmente ignorar sua existência, apesar de eu não querer mais …. de eu não querer mais … de eu não querer …

Existe uma coisa muito estranha que ainda rola comigo, não sei se com você mas comigo sempre tem algo que me faz lembrar arduamente de você, sempre fatores externos, sempre algo inusitado, algo fora do meu controle, não é como se eu falasse de você todo dia com alguém, como se pensasse em você todos os dias, como se fosse um stalker seu (sobre isso, depois desse tempo todo, eu abri apenas uma vez suas redes sociais), pois eu não quero mais saber de você, essa é a realidade, ACABOU sabe, não quero ficar masturbando esse assunto, mas não é o que o universo pensa. Ele adora te jogar no meu colo quando menos espero.

São coisas simples do dia a dia que constantemente me fazem até mesmo as vezes chorar por você, apesar de eu ter uma ideia completamente diferente de você atualmente (isso é outra história). Um cabelereiro que me pergunta de você, a moça do cinema que me avisa sempre que você está na sala ao lado. Até mesmo um menino a qual eu estava beijando sério, você era a única conversa que tínhamos, era super estranho.

Inclusive a Caixa não para de me ligar diariamente atrás de você, não consigo fazê-los pararem de me ligar, mesmo falando que eu já não tenho mais contato com você. É INCRÍVEL.

Minha mãe mesmo sabendo de tudo é outra criatura abençoada que não consegue me fazer esquecer você, ela realmente gostava muito de você, ontem mesmo ela me mostrou sua ficha de umas roupas que você pegou e não pagou, acho que era uns 120 reais algo assim, meu isso faz mais de um ano que terminamos.

Please let me go, it is all I ask

Sabe é difícil, muito difícil, como escrevi, eu me doei corpo e alma a você. Eu sempre estava lá ao seu lado, SEMPRE, SEMPRE, SEMPRE. isso você jamais pode reclamar, e mesmo assim as coisas terminaram como terminaram, e mesmo eu não querendo mais saber de você, tudo e todos continuam ainda achando que um dia poderemos voltar!? Eu não sei de nada, não faço presunções quanto a isso, e eu jamais irei correr atrás de você como eu já faço diariamente, mas sei lá, isso acontece com você também? Eu apareço para você de formas inusitadas e aleatórias sem eu pedir licença? Pois é isso que você mesmo sem talvez saber, está fazendo comigo.

I can't hold this anymore

Eu realmente espero que seu nome saia da minha vida o quanto antes, eu não aguento mais seu fantasma por todos os lados, quando eu acordo, quando eu vou almoçar quando eu vou dormir, quando eu vou me masturbar, quando eu estou assistindo X-Factor, quando eu estou jogando (Sério eu não jogo de Teemo mais), o simples fato de estar estudando me faz lembrar do dia que (Muito obrigado) você me inscreveu em publicidade(Isso é outra história bem longa, minha vivencia acadêmica.).

Acho que por hora era isso, eu precisava soltar o verbo, ver se jogando isso no universo, ele leia e faça você virar pó, apenas uma lembrança boa do meu passado a qual eu queira lembrar em momentos que EU queria, não em momentos importunos. É bem provável que você jamais leia isso, não só é provável como tenho certeza disso.