Melhoria Contínua

Essa prática adotada por inúmeras empresas com o objetivo de alcançar sem
interrupções os resultados cada vez melhores, independente dos produtos ou serviços e/ou processos internos da empresa. A melhoria contínua pode ser trazida para dentro da empresa por meio de diversas metodologias e boas práticas realizadas na organização.

Qual a finalidade?

Diante das transações monetárias e a concorrência cada vez mais acirrada no
mercado, desde 1980, o termo Melhoria Contínua, vem sendo adotado como um mantra pelas organizações. Tudo isso, dado pelo fato de que a competividade tem tornado um ambiente cada vez mais ameaçador a permanência no mercado, forçando cada vez mais a entrega de valor ao cliente, cada vez visando a lucratividade.

Qual o ponto de partida?

Numa visão geral, todas as organizações têm a necessidade de melhoria. Mas,
como aderi-la? Qual o ponto de partida? Partindo desse questionamento, podemos analisar alguns princípios básicos que devem ser considerados, como por exemplo, identificar quais os pontos em que precisa melhorar, daí a importância de estar sempre buscando ajustar o produto/serviço ao gosto do cliente, para que possamos obter resultados cada vez mais satisfatórios, para saber mais sobre como fazer, clique aqui.

Interar-se de tudo o que está relacionado ao empreendimento

Uma das principais considerações a ser feito nessa busca pela melhoria é
entender o que precisa ser melhorado, ou seja, se o padrão que minha empresa produz está em acordo com as expectativas do consumidor, por isso é imprescindível cada vez mais o aprimoramento e aperfeiçoamento dos produtos e serviços ajustados aos gostos do consumidor/cliente. Logo, entender da “base ao teto” daquilo que meu empreendimento produz, terá algo que ser estudado e analisado, revisado e readequado ao ponto em que possa não só entregar algo de valor ao cliente, mas que possa superar suas expectativas, mais detalhes aqui.

Ruduzindo Esforços e Custos

Nesse contexto, é importante estar preparado para a mudança dos processos já existentes na empresa, normalmente sempre são necessários, pois, para melhorar é preciso readequar, e essa percepção só se adquire a partir de quando as falhas são localizadas no percurso de um processo. E a partir daí, é possível medir o desempenho, padronizar e aplicar esse conceito de forma gradativa, evitando gastos desnecessários, perdas com retrabalho e maximizando seus lucros.

Todos os dias somos impulsionados aqui na Revoluti, a buscar a Melhoria Contínua e esse artigo é mais um resultado de meu aprendizado.

Like what you read? Give Rosenilda Abrão a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.