À caminho…

Se pararmos para pensar o quanto o contexto social pode nos impulsionar e quase nos obrigar a desenvolver determinada conduta. Se pudermos ter alguma certeza é a de que estamos sendo sempre modificados e de que, inconsequentemente, seguimos influenciando.

Influenciados, não sabemos mais o que é verdadeiramente nosso e genuíno. A essência, diluída no desejo de continuar sendo e buscando cada vez mais ser, torna-se pouco subjetiva e, portanto, pouco sua. O gosto, a opinião, a perspectiva são todos frutos, feitos de um fluido cotidiano e um pensar coletivo que se precipitam quando se propagam sem limites e sem filiações. São essas as ideias que incidem nas palavras — também órfãs, porém, performáticas e retaliadoras —e que nos introduzem no universo .

O que se pensa dificilmente assemelha-se ao que se fala e, assim, o que é falado nem sempre consegue ser escrito. De tal maneira, seguimos nos expressando, dizendo e fazendo coisas, das quais temos apenas uma ideia geral sobre seu significado. Quantas vezes dizemos que amamos ou odiamos alguém, sem nem saber definir ou expressar o amor. O que é o amor? O ódio? Se não pudermos definir, será que é possível existir?

Me pego considerando uma comparação clichê entre “icebergs” e a linguagem: a sua real dimensão é o nosso pensamento e sua fração visível, a nossa capacidade comunicativa. Somos capazes de expressar uma pequena fração do pensamento. Isso porque o ato de comunicar-se é, ao mesmo tempo, libertador e limitador. Somos livres para pensar e dizer, mas nos colocamos a mercê de infinitas interpretações. E nós não desistimos de ser. Queremos conhecer sempre mais sobre idiomas, artes, tecnologia, ciência e mundo.

A opinião e o ponto de vista são dinâmicos, falíveis e temperamentais. A verdade é que não. Mas, no fim, ela aparecerá sólida e possivelmente distinta de tudo que a lucidez e a certeza individual puderam alcançar.

Like what you read? Give Roxelly Teixeira a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.