Um pouco de autobiografia

Em 2007 eu consegui passar nas provas do mestrado em História Social da USP. Em 2010 eu consegui perder o mestrado e tive que me desligar do programa. Cinco anos depois aqui estou eu novamente me preparando para prestar uma prova de mestrado. Não mais na USP, mas na universidade que eu me formei, na cidade em que eu moro, a UEL. Quase 10 anos separam a formação daquele projeto para esse.

Eu era um aluno do último ano de graduação com o sonho de me tornar doutor em História antes dos 30. Em quatro meses eu faço 30 anos e entrar no mestrado é meu objetivo. Lá eu criei um projeto baseado mais nos interesses da minha orientadora do que realmente o meu desejo de pesquisa em medieval. Hoje estou indo sem orientação. Não sem ajuda, mas estou planejando meu projeto com a minha experiência de trabalho e minhas leituras que faço já desde 2011.

Uma das muitas dificuldades que já estou enfrentando é tentar sistematizar e colocar no "papel" meus conhecimentos e pensamentos sobre a relação entre história, ensino de história, livros didáticos, novas tecnologias digitais, novas mídias, internet, cibercultura etc. Relacionar meu trabalho na produção de conteúdos digitais nos PNLDs passados com os conhecimentos teóricos de History Digital e da utilização das TDICs na educação. Isso que eu preciso fazer nos próximos dias para produzir o projeto de mestrado que eu tanto desejo. Vai ser corrido, vai ser loucura, vai ser produtivo. É possível. Não é nenhum um pouco fácil. Mas é hora de volta a me surpreender comigo mesmo.