Ruidosas Bolhas
Mar 19 · 2 min read

FORA DE MODA

É difícil criar um estilo. Aceitar que ele é seu, e de tempos em tempos, rever o guarda-roupa. A roupa assim sempre tem algo de humor do dia, algo de como se modela no corpo, de baixos-e-altos da estima, de combinação de cores e sobreposição de tecidos, de desconstrução de gênero. Será que eu devia ter feito moda? Acho que não. Sempre sonhei com roupa na medida, mas também com roupa antiga, roupa única, e roupa da pernambucana, roupa que não combina, sem noção. E às vezes queria só um saco pra colocar e nem pensar nisso, deixar o corpo invisível, protegido escondendo, fazia isso na adolescência ainda faço. É muito ruim ser olhada, porque é uma invasão desigual. Porque não é natural a troca de olhares. Poderia ser e quando é, quando afronto ou simplesmente me deixo ser olhada porque quero, e olho a calça flutua, o brilho da alça escorre pelo ombro e os sapatos falam gírias. E logo a roupa encolhe, não porque cresci já sou adulta (credo que delícia),mas porque não diz mais nada sobre mim.

Ruidosas Bolhas

Written by

gosto de construir coisas. e de saber como elas são construídas.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade