Falta

Sinto falta do seu cheiro
De florescer em teu aconchego 
De me entregar em seus braços 
De me render aos seu abraços 
E logo em seguida
Lembro-me da falta que seus lábios fazem aos meus
Falta de quando os beijos percorriam meu corpo sem rumo 
Quando traçavam rotas em minha pele no escuro 
Sinto falta do calor do seu corpo
E agora estás morto
Assim como todas essas lembranças
E dói enterrar nossas memórias no cemitério que há em mim.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.