Tempo de sobra e pouca leitura, os males da internet são
Carol Btr
8861

Carol, concordo com o ponto em que a maioria das pessoas não aceita, sequer, repensar aquilo em que acredita. Algo que venha “do lado de lá” parece ofensivo — e no fundo é, se confundimos a nossa opinião sobre os fatos com os próprios fatos.

Mas esse problema não é um ‘mal da internet’. Ler livros não é o padrão por aqui faz muito tempo, já nos anos 90 eram vendidos menos de dois livros por pessoa a cada ano*.

Agora os comentários são nas redes sociais, mas antes eram os mesmos pensamentos, na praça, na porta da escola e do trabalho, no ônibus…

*Fonte

Like what you read? Give Samuel de Almeida a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.