Distrangentes

O princípio foi marcado por um sorriso acolhedor, algumas lágrimas de emoção, agradecimento aos ancestrais e palmas em libras.

Começava a surgir a identidade de um grupo que nem de longe poderia ser descrito como normal.

Sendo construído de forma um pouco mais sólida a cada segunda-feira, educação e saúde andaram lado a lado e nas nuvens de dispersão de um grupo que “deixa aqui no ar, hein?”

A dificuldade em focar criou uma grande margem de debates e inclusive traduziu no nome

DISTRANGENTES

“Aquele que não segue um só caminho”, afinal de contas temos o hábito de distrangir as coisas.

Resultados quase sempre trazidos com um pouco de atraso, afinal, é difícil focar com 9 cabecinhas pensando em uma direção diferente.

Mas ao longo do semestre nem tudo foram flores, só as vezes…

A propriedade de mutação é válida: às vezes foi necessário ser pedra, as vezes foi preciso ser mutável, algumas vezes foi preciso se fazer presente e tantas outras mão de obra.

Tudo parte do processo de formação de quem somos e do que nos tornaremos.

Não podemos discordar que a MULHER sempre foi pauta nesse grupo, apesar do nosso tutor homem.

  • A saúde da mulher
  • O corpo da mulher
  • O empoderamento da mulher

Afinal, foram 9 mulheres convivendo e construindo uma unidade.

Encontramos no caminho pessoas importantíssimas para o processo, que nos permitiram somar conhecimento e agregar sentido a tudo que tava sendo feito.

Vez ou outra éramos mais objetivas, sem deixar nada no ar, construímos e planejamos sem muitos rodeios.

Tantas outras precisamos correr pra dar tempo.

Mas no final juntamente entendemos que não é simples, nem sempre é fácil, existem uma série de demandas e perdas no caminho. Mas o sentimento de gratidão é latente, o agradecimento aos ancestrais, aos docentes, a cada uma dessas pessoas que além de estudantes do grupo de enfermagem também se tornaram uma só: distrangentes.