Sensações I

Alguém no mundo já deve ter refletido sobre isso pelo menos uma vez na vida, mas já percebeu como os filmes causam as mesmas sensações em pessoas completamente diferentes? Como filmes de romance fazem as pessoas chorar, comédia fazem as pessoas rir e terror causam sustos em pessoas com personalidades diferentes, razões diferentes e motivos diferentes.

Como no final das contas o filme é capaz de causa um clima único em corações com anseios diferentes. Posso falar do romance, porque é o que eu mais vejo no último ano, e como ele afeta as mulheres de um modo geral. Independente do signo, do ascendente e da lua, é muito difícil assistir filmes de romance (como um amor para recordar, por exemplo) e não sentir coisas: mulheres na tpm chorariam mares, mulheres de touro tentaria não chorar, mas sentiram a dorzinha no peito e até as aquarianas se amolecem.

Tenho uma tendência a acreditar que no final das contas a gente anseia por viver cada sentimento expresso ali naquele filme. Como se enquanto a gente assiste nós projetássemos a nossa vida no filme e esperasse viver qualquer coisa daquelas um dia. Já me peguei pensando nisso, como seria bom viajar a Itália procurando um amor do passado, ou como seria incrível proporcionar momentos de felicidades a alguém, como gostaria de lutar com a certeza de que o final vai ser feliz.

No final das contas os filmes constroem um exército de pessoas querendo coisas que não precisam. Querendo um felizes para sempre que talvez nunca aconteça e que na real não precisa acontecer. Um exército de pessoas que tem esperanças e expectativas, desenvolve anseios e desperta amor.

Os filmes no final das contas nos proporciona muitas coisas, as sensações e percepções, os desejos, as necessidades, pare pra pensar e diga se não existe em você um pouco de identificação com alguém personagem de filme por ai. Ultimamente tenho vivido um pouco menos personagem e um pouco mais eu, tentando fugir desses enredos clichês e desses roteiros prontos. Tentando fugir do anseio do final feliz, mas que seja — se for pra acontecer, acontecerá.