Vou voltar porque te amo.

Cheguei respirei fundo e toda essa poluição entrou nos meus pulmões, abriu meu coração e pensei “aqui é minha casa, saudade de você SP”.

Andei pelas ruas, olhei pro céu e admirei toda essa selva de pedra e pensei “aqui é minha casa, saudade de você SP”.

Essa maluquice de morar nessa capital que só garoa, onde as pessoas têm pouco tempo, onde o trânsito é absurdo e o transporte público é lotado é a maluquice que faz parte de mim,por mais estranho que possa parecer, e a todos os que (sobre)vivem aqui sabem do que estou falando, a gente tem um tipo de ligação com isso daqui que não se explica.

E mais um dia eu digo “até breve”. Vou dormir na sacada ouvindo sua inquietude e sonhando com o dia que farei de você, novamente, meu lar.

O interior que me desculpe, mas SP tem meu coração.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.