O sono se encarrega das dúvidas

A noite chega de mansinho, no silêncio me aquieto e deitada olhando aquele teto branco e mudo, reflito sobre a vida que com pouco diz muito. À minha maneira converso com minhas dúvidas, desencaixoto emoções e brinco de reinventá-las.

Apenas aqueles que sonham antes de dormir sabem como é abrir-se para si. E assim ensaiar futuros, desenrolar amores e acreditar que a vida seguirá o caminho para apaziguar as incertezas e dúvidas, que sonhando eu já as solucionei. E de coração leve o amor flui…

Algumas dessas noites eu converso com o silêncio e sorrio. Sorrio preenchida, sorrio sem motivo, sorrio de coração cheio de memórias gostosas que a vida se encarregou de me dar.

Com o piscar pesado, a noite me afaga e cochicha “deixe que o sono leve suas dúvidas para longe”. E assim eu me refaço toda noite!

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Sarah de Moura’s story.