COMO PREVENIR E TRATAR ACNE PÓS-PÍLULA

por Lara Briden

Saúde Hormonal
Oct 3, 2017 · 4 min read

Texto original em inglês disponível em: http://www.larabriden.com/prevent-treat-post-pill-acne/

Sair do anticoncepcional não precisa ser um pesadelo para a pele. Verdade seja dita, foi um pesadelo da vez passada, e foi por isso que você voltou a tomar a pílula depois de alguns meses sem ela. Mas dessa vez será diferente, porque dessa vez você sabe sobre a acne pós-pílula. Você sabe que ela vai piorar por uns seis meses, e depois vai melhorar. E dessa vez, você saberá como tratá-la.

O que causa a acne pós-pílula?

Certos tipos de contracepção hormonal suprimem o sebo (óleos da pele) para “níveis infantis”, o que é um pouco assustador se você for pensar nisso. Adultos precisam ter mais sebo que crianças, então é uma situação anormal. Sua pele responde compensando a produção de sebo [produzindo mais sebo], e essa compensação pode persistir por meses até mesmo depois que você parar de tomar a pílula (veja a imagem).

Acne pós-pílula é o resultado de: 1) produção de sebo rebote após a retirada de uma droga supressora de sebo, e 2) andrógenos (hormônios masculinos) dos seus ovários conforme eles voltam a agir. (Seus ovários também começam a produzir estrogênio e progesterona, os quais são bons pra pele.)

O processo de retirada [da pílula] não dura para sempre, mas dura alguns meses. A acne pós-pílula geralmente atinge seu máximo em torno de 3 a 6 meses sem a pílula, justamente quando você está prestes a perder a esperança.

Mas por favor não a perca. Você vai superar a acne pós-pílula (geralmente dentro de 12 meses), e você pode usar tratamentos naturais para amenizá-la.

Tratamento natural para acne pós-pílula

Para melhores resultados, comece o tratamento uns dois meses antes de parar a pílula. Dessa maneira, sua pele estará menos reativa, e mais preparada para sair das drogas.

- Evite leite de vaca tipo A1. Laticínios causam acne porque aumentam um hormônio chamado IGF-1 (leia “Insight into acne”), e porque contêm uma proteína inflamatória chamada caseína A1. Manteiga e creme de leite contém muito pouca caseína A1, então geralmente são ok. Não há caseína A1 na ricota e em laticínios produzidos a partir do leite de cabra, então esses são ok também. Todos os demais laticínios são problemáticos para a pele (iogurte, queijo, sorvete, cafés com leite).

- Abandone o açúcar (frutose concentrada). Ele causa acne porque (como laticínios) aumenta o IGF-1. Esse açúcar é o açúcar concentrado das sobremesas, mel, suco de fruta e frutas secas (frutas inteiras em quantidades moderadas são ok). É um problema para a pele pra todo mundo, mas é particularmente ruim para quem sofre de SOP (síndrome dos ovários policísticos). Você sabe se tem SOP? Se não, por favor fale com seu(sua) médico(a). PORÉM não deixe que ele(a) te convença a voltar para a pílula porque ela não é um bom tratamento para a SOP. Ela piora a resistência à insulina, que causa a síndrome. Por favor, leia: “Por que eu peço a agumas pacientes que cortem o açúcar (e o que eu quero dizer com “açúcar”).

⚠ Mas espere! Como laticínios e açúcar podem ser a causa da sua acne? Eles nunca foram um problema antes. Bem, antes da pílula (e enquanto você a tomava), sua pele era menos reativa e conseguia lidar com alimentos que causam acne. Agora, sua pele está sofrendo com a remoção da pílula, e portanto não consegue lidar com laticínios e açúcar.

- Consuma zinco. Ele reduz a produção de queratina, mantendo os poros abertos. Ele também mata bactérias e reduz a testosterona. De muitas formas, zinco é o remédio perfeito para acne pós-pílula. É também um dos nutrientes-chave esgotados pela contracepção hormonal! Veja “7 maneiras pelas quais o zinco resgata seus hormônios”.

- Considere tomar suplemento DIM (diindolylmethane), que é um fitoquímico presente no brócolis. Ele bloqueia andrógenos (hormônios masculinos), e é um dos tratamentos naturais para a acne mais populares.

- Considere tomar berberina, que é o constituinte ativo de muitas ervas medicinais populares tais como a goldenseal (Hydrastis canadensis). A berberina funciona para a pele porque é antimicrobial, anti-inflamatória e melhora a sensibilidade à insulina (desse modo, reduzindo o hormônio IGF-1). Por fim, a berberina reduz os andrógenos em mulheres, o que faz dela uma escolha particularmente boa para quem tem SOP. Não tome berberina se você estiver grávida ou amamentando, e fale com o/a farmacêutico(a) antes de combiná-la com medicamentos prescritos. Eu geralmente recomendo que a berberina não seja usada continuamente por mais de 8 semanas. Se você precisar dela por mais tempo, dê uma pausa de uma semana, e depois volte a tomá-la.

Quanto tempo demora para a pele melhorar?

Você pode ver uma melhora inicial dentro de algumas semanas, mas não se preocupe se sua pele der uma piorada por causa do estresse ou durante a TPM. A melhora real e duradoura é um projeto de longo prazo, e deve acontecer entro de 3 a 6 meses. Continue o tratamento até que sua pele esteja verdadeiramente melhor, e então você poderá parar com os suplementos e dar uma pequena relaxada na dieta (apesar de que você provavelmente nunca mais vai querer voltar para uma dieta com altos níveis de açúcar e laticínios).

[Esta é uma versão adaptada de um post que eu escrevi para o Daisy Blog. Acne e anticoncepcionais: Como prevenir acne após parar a pílula.]

Como foi sua experiência com acne pós-pílula? Por favor comente.”

Tradução: Monique Z. Roloff

Saúde Hormonal

Written by

textos traduzidos em português sobre saúde hormonal feminina