blue whale — Seguindo a Baleia Azul

Por Saulo Valley “O Observador do Mundo” -Rio de Janeiro, 10/Abril/2017

A história de mais de uma centena de jovens adolescentes que decidiram iniciar um ritual de auto-flagelo até chegar ao último degrau da escada da morte deve servir de exemplo para aqueles adolescentes que curtem todo tipo de novidade na internet. Enquanto pais e autoridades estão preocupadas com as chocantes revelações do game #BlueWhale, que conduz o indivíduo ao mais profundo abismo, este procura mantê-lo isolado das pessoas pra que seu plano suicida não seja desmascarado.

Entre piadas e memes, adolescentes dispostos a aceitar o “desafio da baleia” vão cumprindo todas as exigências até a etapa final, o suicídio saltando de um lugar bem alto.

Mas as crianças e adolescentes do mundo ainda terão que enfrentar um inimigo ainda mais poderosos e o que ele tem de pior, não é o fato de ser secreto, mas o fato de ser consumido por uma grande legião invisível.

Estou falando do #videostreaming! A nova onda da nova geração da tecnologia 5G que levou a internet para um novo estágio, aonde qualquer celular pode transmitir imagens diretas de suas câmeras para o mundo todo ao vivo e com este valioso avanço, as crianças que já usam celulares desde os 4… facilmente conseguem instalar e usar um video streaming aos 7, 8 ou 9.

Pedófilos, abusadores, estupradores, sequestradores, assassinos, assaltantes e uma infinidade de pessoas perigosas aos milhares migrando para os aplicativos de relacionamento que prometem chat via videoconferência por streaming ao vivo com o mundo inteiro.

Um homossexual põe uma criança pra sensualizar diante da câmera para atrair meninos, assediá-los e trocar contatos.

Esta nova tecnologia reabriu as portas da revolução não só da pedofilia na internet, como do próprio “Blue Whale”, quando os desafios são ditados ao vivo e os jovens podem até se permitir monitoramento 24h/dia por seus curadores usando suas câmeras em celulares ligados de modo intermitente.

O jogo intima os usuários a “jogar” por volta das 04:20, quando para todas as pessoas o sono é algo muito profundo.. Então a morte está lá.. dentro da sua casa, deitado ao lado da cabeceira do seu filho, ou sua filha..

Ensinando os passos para o inevitável suicídio, ou para o desaparecimento completo da pessoa que parece estar dormindo um sono profundo do outro lado da porta do seu quarto…

Um “curador” ao invés disto, ou quem sabe um pedófilo, ou um traficante de pessoas, está induzindo seu filho ou filha, quando não ao suicídio, à fugir de casa e se encontrar com um destino ainda mais cruel e vida.

Enquanto isto as autoridades apenas respondem que a maioria destes aplicativos de vídeo streaming e redes sociais são estrangeiros e não se submetem às leis locais..

Mas cada país pode decidir se cada um destes aplicativos pode operar em seu território. Não há desculpa para que nada seja feito, a não ser que eles mesmos sejam consumidores deste mal.

Para conhecer mais sobre o Blue Whale acesse também:

http://saulovalley.blogspot.com.br/2017/04/blue-whale-o-game-da-morte-em-nome-da.html

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Saulo Valley’s story.