Love, Savn
Love, Savn

Love, Savn

“e eu me rabiscava em ti e te escrevia em mim; pois era assim — e só assim — que a gente podia se ter.”