a redução do passe livre estudantil e o desprezo pela aluna pobre

volte em 2013 e relembre as ruas de SP tomadas, “não é pelos vinte centavos”. o valor da passagem de ônibus na época era de R$ 3,00 e seria aumentado para R$ 3,20. tanto a frase (que virou bordão posteriormente) quanto o movimento ganharam força de tal relevência que a prefeitura, na época chefiada por Fernando Haddad, recuou com a proposta. em seguida, aumentou o valor da viagem para R$ 3,80, mas reorganizou o valor da integração entre metrô e ônibus e é possível pegar até 4 viagens em 3 horas pagando uma tarifa. além disso, implantou o passe livre, que isenta alunas de escolas públicas e universidades de pagar a tarifa nos meios de transporte público da cidade de São Paulo. porém, Dória veio mudar a situação do passe livre.

Dória vem tomando medidas em relação à cidade numa gestão claramente higienista. e no sábado (8), uma delas foi reduzir o passe livre dos estudantes pelo número de 4 viagens em dois períodos de 2 horas. fica o questionamento: pegar QUATRO ônibus em apenas duas horas? tudo bem que tem ônibus que é mercedez bens, mas não é ferrari não, querido dólar. fora (temer) que: e a estudante que cursa o ensino médio e o técnico? e a estudante que trabalha e estuda? e a estudante que sai para levar a pequena à creche, vai ao trabalho, volta do trabalho, busca a pequena na creche, vai para a escola e depois volta para casa? e a estudante que participa de coletivos, que se envolve em movimentos culturais — ou que somente quer ir ao cinema porque sobrou um trocado no final do mês, como qualquer outra pessoa? no facebook, páginas de movimentos estudantis propõem esclarecimentos sobre o assunto e criaram um evento para manifestação contra essa decisão absurda. E organizações sociais propõem plenária contra os desmontes, congelamentos e tudo o que é inacreditável que tenha vindo da gestão doriana em tão pouco tempo.

Participe dos eventos e lute pela segurança dos seus direitos:

PASSE LIVRE FICA! A LUTA CONTINUA
ORGANIZAÇÃO: CUCA DA UNE, UNE, UBES, UEE, UPES-SP, ANPG E OCUPAÇÃO ALESP
18/07/2017 — ÀS 17H
VÃO LIVRE DO MASP
AVENIDA PAULISTA, 1578 — ESTAÇÃO TRIANON-MASP DA LINHA VERDE DO METRÔ

SÃO PAULO É NOSSA
ORGANIZAÇÃO: NÃO FECHEM MINHA ESCOLA, FRENTE ÚNICA DA CULTURA SP E SP SEM MEDO
27/07/2017 — ÀS 18H30
GALPÃO DOS FOLIAS
RUA ANA CINTRA, 213 — SANTA CECÍLIA