Hello world

Eu sou uma brasileira estudante de programação (significa que bebo muito café) que deseja ser capaz de trabalhar com as coisas que eu gosto. Nasci e moro em São Paulo. Pretendo um dia viajar para fora do país, algo como Alemanha, para aprender alemão, ou Canadá, que se tornou um dos objetivos, para conhecer mesmo.

Atualmente curso o 4º semestre de ADS (Análise e Desenvolvimento de Sistemas) em uma FATEC. Gosto do curso e irei até o fim. Envolve programação de softwares, banco de dados, teoria sobre hardwares, interfaces, linguagens como Java, C, VBA, PHP, entre outros. E… não, a gente não aprende a consertar a impressora, nem a formatar o computador, mesmo eu achando que seria mais útil do que alguns conteúdos que já foram passados.

É curioso como muitos desistem do curso na faculdade. Para mim, mesmo que não vá seguir na área, considero tão importante uma formação, ainda mais uma que engloba software, aplicativos e Internet. Esse tipo de coisa é usada em todo lugar, e cada vez mais o mundo migra para soluções tecnológicas, então acredito que vá sempre ser uma área que vale a pena se especializar.

O mundo é feito disso

Comecei a escrever artigos e editar livros “próprios” com 14 anos. Eu desenhava muito naquela época, então arriscava fazer design de capas e diagramação. Porém, nunca terminei os livros que escrevia. (triste)

Faço faculdade durante a tarde e de noite penso nos animes e séries que tenho de assistir. É um ótimo passatempo. Gosto de ler livros e mangás também.

Aqui dois mangás que eu mais gosto de ler: Bleach e One-Punch Man

Mas então~

Afinal, o que significa screws inside?

É uma parte retirada de uma música do Foo Fighters, chamada Low. Adoro o ritmo dela, mas tem um significado (para mim) mais profundo por trás dessa minha escolha. É sobre estar preso dentro de si mesmo, não saber demonstrar os sentimentos e ter muito o que dizer, mas as palavras não saem. Eu passei um bom tempo com essas coisas na cabeça.


10 coisas~

Como “Hello world” tem o significado do primeiro programa que a gente aprende, e traz a sensação de “oohh é assim”, eu decidi dar esse título na tentativa de dizer que seria algo como uma apresentação. Nesse caso, sobre mim. E selecionei alguns fatos (talvez) consideráveis sobre mim abaixo.

1ª coisa

Eu costumo não assistir animes conhecidos. É como se eu tivesse uma má impressão sobre eles. Tenho a sensação de que possa ter clichê demais, que a história possa ser desviada para ganharem mais audiência e dinheiro.

Triste porém verdade

2ª coisa

Joguei League of Legends desde o início de 2013 no servidor BR. Alcancei Prata no primeiro ano, Ouro no seguinte, e depois Diamante. Todos os anos jogando de Atirador.

No entanto, eu não tenho mais tanto tempo para jogar desde que entrei para a faculdade. Estou sempre tendo que estudar, estudar, estudar. Quem é universitário, provavelmente vai entender o que quero dizer. Mesmo assim, minha faculdade me dá muito tempo livre. O problema real é que estudo à tarde e, quem estuda à tarde, acorda tarde, dorme tarde etc.

Meu campeão favorito, que, aliás, não é um atirador

3ª coisa

Eu moro com o meu namorado desde que houve um problema familiar. Eu fui muito “presa” em casa e muito do que escrevo tem haver com esses acontecimentos. Eu não considero nada tão grave. Foi realmente bem psicológico. Isso já vai fazer um ano. No entanto, não sou brigada com meus pais e nem odeio eles. Guardo sentimentos de que gostaria que as coisas tivessem sido diferentes e que um dia a mentalidade das pessoas possa mudar.

4ª coisa

O que mais gosto de fazer em qualquer hora do dia é assistir, acompanhar as coisas e adoro poder comentar sobre elas com alguém. Seja livre para dar sua opinião sobre a minha opinião.

Todo dia estou assistindo novos episódios de séries e animes, e isso já tem um bom tempo. Considero como meu passatempo favorito e um vício difícil de largar.

5ª coisa

Eu já tentei escrever um blog. O tema dele era resenha de livros. Acho que o título era “Resenhando a Estante”, onde meu objetivo seria ler e fazer resenha de todos os meus livros físicos da prateleira. Não deu muito certo, já que eu não comprava muitos livros.

6ª coisa

Meu ator favorito chama-se Freddie Highmore. Ele atua desde pequeno, em filmes conhecidos, e muitas vezes foi protagonista. Seu trabalho mais recente é em Bates Motel, como Norman Bates.

Freddie Highmore

7ª coisa

Eu realmente acredito em Deus. Sinto-me confortável em pensar que existe uma força maior cuidando de todos nós. No entanto, eu não gosto de frequentar igreja.

Não é por causa das pessoas, porque devemos frequentar por Deus, e não por elas, mas sim porque não me sinto feliz com a ideia de eu precisar ir a algum lugar para ser ouvida. Eu acredito que Ele está nos ouvindo o tempo todo, em qualquer lugar. Basta conversar com Ele.

8ª coisa

Meu gênero favorito é suspense, um pouco de drama e aventura. Calma, sei que eu disse três gêneros. Suspense é o foco, aquele tom de mistério, cheio de enfoque na história e aprofundamento aos poucos na trama.

9ª coisa

Meu filme favorito chama-se Tin Man: A Nova Geração de Oz, de 2007, estrelado pela lindíssima Zooey Deschanel. Esse filme conta uma história modificada do original O Mágico de Oz. Que também é meu livro favorito.

Esse filme é daqueles que “nunca acaba” por ter quase 3 horas de duração. Na verdade, ele é uma minissérie que foi exibida nos Estados Unidos e, por algum motivo, trouxeram para o Brasil como um filme, juntando tudo. Realmente fica melhor unindo as 3 partes, porque a trama acontece em sequência.

Tin Man (2007)

10ª coisa

Por fim, mas não menos importante: eu odeio bebida alcoólica. Não costumo ficar no meio de situações que tenham bebida. Cresci vendo dois familiares se matarem por causa do vício em cigarro, e desde então, a questão do vício me afastou de algumas pessoas.

Tenho amigos que bebem, sim. Mas não é como se eu fosse nos eventos deles, que envolvam somente esse objetivo. Ainda mais se alguém pede conselho sobre esquecer alguma coisa e na cabeça dessa pessoa já está gravado que beber vai ajudar a apagar algum sentimento ruim. Mas não vai.

É isso!~

Show your support

Clapping shows how much you appreciated screwsinside’s story.