Como organizar sua casa e ser feliz de acordo com Marie Kondo — por Andréia Domingues

Foto: divulgação

O livro A mágica da Arrumação de Marie Kondo conseguiu envolver mais de 3 milhões de pessoas: o total de exemplares vendidos no mundo todo desde 2014.

Os conselhos de organização e harmonia em casa parecem ser a base do sucesso dessa autora. Portanto, independente se você já é um adepto de sua filosofia de vida, ou se é a primeira vez que escuta falar sobre ela, trazemos as dicas contando como organizar sua casa de acordo com Marie Kondo.

Aprenda as regras básicas

Para Marie Kondo existem algumas regras básicas que posteriormente se desenvolvem.
Seis chaves que deve se ter em conta se quiser dar passagem a felicidade em sua casa.
Para começar comprometa-se a colocar ordem. De nada serve dizer "sim, vou começar" se nunca encontra o momento. O momento certo é agora. Para isso, pense em seu estilo de vida e como gostaria que fosse a partir de agora.
Sempre é necessário fazer limpeza antes de organizar, prescindir daquelas coisas que realmente não te fazem feliz. Além disso, também é importante organizar seguindo uma ordem, por categorias e não por localização. Para terminar, ao iniciar esse processo de purificação em sua casa, sempre que tiver dúvidas faça-se a simples pergunta: me transmite alegria suficiente?

O método Konmari

Se analisarmos o tópico anterior podemos concluir que o pilar fundamental desse método ou filosofia de vida é desfazer-se e conservar somente o que é imprescindível, unicamente aquilo que nos faça feliz. Para isso, analise cada um dos objetos que tem em casa e decida baseando nas sensações que os mesmos produzem, estudando minuciosamente para concluir se é funcional, útil, harmonioso ou se simplesmente te faz feliz.

Para tornar essa tarefa mais fácil siga uma ordem lógica. Comece pelas roupas, depois pelos livros e revistas. Continue com os documentos, como as anotações de cursos, cartas, manuais etc. Depois disso, chegará o momento dos Komono, objetos diversos como medicamentos, ferramentas, utensílios de cozinha e outros. Por último, quando tiver um pouco de experiência e estiver mais inteirado atreva-se com os objetos de valor sentimental, tais como lembranças, cartas, fotos, etc.

Organize as gavetas de seu armário

As peças de roupas podem ser os itens mais fáceis de guardar ou descartar. No entanto, ainda que sua escolha seja mais simples, ter o guarda-roupa em ordem trará uma paz interior automática. Encontrar as coisas de primeira e viver dentro de uma organização sempre é mais agradável do que demorar horas para encontrar aquele modelito que você tanto gosta ou viver entre montanhas de roupas mal organizadas.

Marie Kondo deixa claro: a melhor maneira de organizar a roupa é em gavetas e dobrando-as para guardá-las de forma vertical. Dessa forma você poderá ver o que tem sempre que precisar, aproveitando ainda mais o espaço. Acabou aquela história de ficar levantando camiseta por camiseta para encontrar aquela que você quer colocar em um momento em concreto.

E as roupas para pendurar? Marie Kondo defende que é muito mais prático e harmonioso organizar a roupa em gavetas, ou em cômodas de dormitório. No entanto, também se pode pendurar as peças.

Nessa etapa ela deve ser organizada em função de seu peso visual. Sendo assim as peças mais pesadas ficarão na parte da esquerda, deixando as mais leves no lado direito. Dessa forma, ao abrir seu armário encontrará um espaço sem aglomeração e muito mais leve, muito mais simples e agradável ao olhar.

Coloque caixas em sua vida

A escritora sente certa predileção pelas caixas. Para ela esses elementos são um sistema de armazenagem nota 10. São funcionais, podem servir para guardar desde meias até utensílios de cozinha, mas, além disso, permitem uma organização limpa, sem coisas a vista. Sim, Marie Kondo defende também as caixas para gavetas. Caixas de tecido ou separadores para poder organizar tudo melhor. Claro, deixe de fora as caixas redondas, pois desperdiçam o espaço completamente.

Organização na cozinha

Na cozinha sempre aplicam os mesmos princípios que se aplica no restante da casa. O primeiro observe bem todos os utensílios: louças, talheres inclusive potes. Pense neles como objetos que podem transmitir sensações e averigue se te fazem feliz. Evidentemente, a funcionalidade dos mesmos pode criar felicidade, já que algo útil torna a vida mais simples e, portanto, mais feliz.

Kondo prefere guardar tudo em armários e gaveteiros, deixando assim as bancadas livres por completo. Além da organização visual evita-se que os utensílios fiquem sujos ou molhados e facilita a limpeza depois de cozinhar.

Os objetos com valor sentimental

É o mais complicado. Ninguém gosta de se desfazer de cartas de amor, presentes, lembranças ou fotos, entre muitos outros. Mas Kondo garante que, depois de organizar o restante dos elementos, nossos objetos sentimentais também ficarão mais fáceis de serem organizados. Junte-os e observe bem, com certeza existe algum que te inspira com uma maior ternura e alegria que outros. Fique unicamente com aqueles que despertem seus sentimentos mais bonitos, o resto jogue fora. Com muitos objetos do passado não conseguimos viver o presente nem muito menos estar preparados para o futuro.

Até a próxima!

Abraços!

Andréia Domingues

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Seja Feliz entre Amigas’s story.