Tudo e nada

Sobre escrever sobre nada

#ForaTemer

O verdadeiro Fla-Flu político está armado desde o fim das últimas eleições presidenciais. Assim, observa-se um ódio quase que gratuito dependendo do lado que você pende, ou pior, as vezes você não está de lado nenhum, apenas quer que o Brasil avance, independentemente de partido, ideologia e sei lá mais o que, mas bem vindo a era das redes sociais, onde cada um escreve o que quer.

Eu não votei na Dilma, mas nem por isso acredito que não tenha sido golpe, foi sim, mas ela tinha que sair, pelo fato do país estar uma verdadeira baderna, sempre foi, mas convenhamos conseguiram piorar. Aí, vem o outro lado, votei no Aécio, mas sabe porque? Por que eu queria descontinuidade de poder e não por simplesmente acreditar que ele seria o salvador da pátria, triste né, então. Coleguinhas, eu tinha até tremedeira para colocar lenha na fogueira sobre esses assuntos e olha, nos últimos tempos temos tido bastante motivos para ter opiniões sobre os diversos assuntos. No entanto, optei por acompanhar House of Cards que alegaram estar menos interessante que o cenário político nacional, pode ser, mas lá é ficção, ufa.

Já imaginou, eu voto na Dilma, putz, petralha, se eu voto no Aécio, tucano, coxinha. Cara, o país só vai melhorar se tivermos consciência que não é o partido X ou Y que importa, mas sim, o Brasil e aqueles que vivem nele, todos viu, não só uma fatia. Fazia tempo que eu queria escrever sobre alguma coisa, mas estava numa baita preguiça e estava vivendo. Após o 31 de agosto, é acredite se quiser, último dia de agosto, porque vamos falar a verdade, teve 365 dias em um mês, que mês longo. Ok, nas últimas semanas tiveram o julgamento do impeachment e o evento esportivo mais importante do planeta, as Olimpíadas, a mão chegava a tremer para escrever algo, mas me contive, só Snapchat, me segue lá (carlosriverdi), tem abelha todo dia.

Enfim, a velha máxima vem a tona neste momento, que nem Jesus conseguiu agradar a todos quiça eu, você ou quem quer que seja. Tenha seu posicionamento, suas ideologias sim, mas deixe o amiguinho também as tê-las por mais que você acredite que seja uma idiotice sem tamanho, mas lembre-se é direito do amiguinho se expressar e ter suas convicções. Ah antes que eu me esqueça, todos nós envelhecemos e com isso vamos mudando de opinião, não é porque com 20 anos eu gostava de vermelho que agora com 29 eu continue gostando, posso gostar de amarelo, entendeu ou quer que eu desenhe? É simples, não gostou, não veja, pare de seguir, mas por favor, de verdade, não perca seu precioso tempo para atacar fulano só porque você acha que a sua opinião está certa. Vivemos num tempo onde temos tudo e nada. Vamos combinar, vamos viver tudo o que há pra viver, como já dizia Lulu. Só para não perder costume #ForaTemer #ForaTodosContraOBrasil

Like what you read? Give Carlos Riverdi a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.