Cronologia atualizada da ficção colaborativa brasileira: 1858–1962

Lista de artigos | Livros na Amazon

Academia.edu | Medium | OneDrive | Scribd | Twitter]

______________________

Outras cronologias atualizadas

Escravidão: Dramaturgia: 1842–1888 | Ficção: 1830–1888 | Poesia: 1696–1888

Ficção (folhetins, novelas e romances): 1682–1843 | 1844–1850 | 1851–1860 | 1861–1870 | 1871–1880 | 1881–1890 | 1891–1900

Ficção fantástica: 1831–1900 | Ficção feminina: 1752–1900

______________________

Apresentação

Na literatura brasileira de ficção destacam-se 29 histórias criadas de modo colaborativo. Em termos de número de autores dessas obras, temos de dois (a simples parceria) a dezenove possíveis colaboradores.

Escritores famosos dedicaram-se a esse exercício criativo: Alberto de Oliveira, José do Patrocínio, Olavo Bilac, Jorge Amado, Rachel de Queiroz, Guimarães Rosa, Antônio Callado, Orígenes Lessa, Graciliano Ramos, José Lins do Rego e outros mais.

Entre as novidades da lista a seguir, registrem-se a inclusão do romance O Renegado!, de Emília Freitas (a romancista de A Rainha do Ignoto) e Artúnio Vieira (esposo), e do folhetim inacabado A Caveira Misteriosa, publicado em 1899–1900.

____________________1858____________________

Steeple Chase (Quatro Amores), Diário do Rio de Janeiro (em Correio Urbano), Rio de Janeiro (RJ).

. Número de autores: quatro.

. Nomes: desconhecidos.

. Observações: a tradução de steeple chase é corrida de obstáculos (originalmente, para cavalos); a história é uma novela epistolar (isto é, contada em cartas).

. Início do folhetim: http://memoria.bn.br/DocReader/094170_01/46225

A primeira história colaborativa (1858)

____________________1866____________________

A Casca da Caneleira (Fantasia romântica), O Publicador (na coluna Terra a Terra), João Pessoa (PB).

. Número de autores: onze.

. Nomes: Antônio Henriques Leal, Antônio Marques Rodrigues, Caetano C. Cantanhede, F. G. Sabbas da Costa, Francisco Dias Carneiro, Francisco Sotero dos Reis, Gentil Homem de Almeida Braga, Joaquim de Souza Andrade, Joaquim Serra, Raimundo Filgueiras e Trajano Galvão de Carvalho.

. Início do folhetim: http://memoria.bn.br/DocReader/215481/1730

____________________1876____________________

Flor de Couve — Romance a Esmo, A República das Letras, São Paulo (SP).

. Número de autores: três.

. Nomes: Lúcio de Mendonça, Gaspar da Silva e Muniz de Sousa.

. Referência (Eça e o Brasil, páginas 104 e 105, Arnaldo Faro, Editora da Universidade de São Paulo, São Paulo, 1977):

https://bdor.sibi.ufrj.br/bitstream/doc/405/1/358%20PDF%20-%20OCR%20-%20RED.pdf

____________________1877____________________

Cartas de um Cofre, Correio da Tarde, Recife (PE).

. Número de autores: dois.

. Nomes dos autores: João Zeferino Rangel de Sampaio e João Cândido Gomes da Silva.

. Referência (Dicionário Bibliográfico Brasileiro, Augusto Vitorino Alves Sacramento Blake, volume IV, páginas 71 e 72):

http://bd.camara.gov.br/bd/handle/bdcamara/14856

. Texto original: indisponível.

____________________1880____________________

O Embroglio, O Combate, Rio de Janeiro (RJ).

. Número de autores: treze (segundo a Enciclopédia de Literatura Brasileira, de Afrânio Coutinho e J. Galante de Sousa) ou dezenove (segundo a Revista Ilustrada).

. Nomes dos treze autores: Adelino Fontoura, Alberto de Oliveira, Alfredo Bastos, Araripe Júnior, Artur Azevedo, Artur Barreiros, Demerval da Fonseca, Ferreira de Araújo, João Ribeiro Dantas Júnior, José do Patrocínio, Luís de Andrade, Tomás Alves Filho e Valentim Magalhães.

. Nomes dos dezenove autores: Adelino Fontoura, Alberto de Oliveira, Alfredo Bastos, Araripe Júnior, Artur Azevedo, Artur Barreiros, Artur de Oliveira, Demerval da Fonseca, Filinto de Almeida, Ferreira de Araújo, Henrique Chaves, João Ribeiro Dantas Júnior, José do Patrocínio, Lopes Trovão, Luís de Andrade, Machado de Assis, Tomás Alves Filho, Ubaldino de Amaral e Valentim Magalhães.

. Texto original: indisponível.

____________________1881____________________

O Russinho, A Comédia, São Paulo (SP).

. Número de autores: desconhecido (mais de três).

. Nomes: Eduardo Prado, Raul Pompeia, Valentim Magalhães e outros.

. Observação: história de existência duvidosa.

. Referência (A Semana [Rio de Janeiro, RJ], 8/1/1887, número 106, página 11, terceira coluna):

https://digital.bbm.usp.br/bitstream/bbm/6829/3/Anno.3_n.106_45000033191_Output.o.pdf

____________________1886____________________

A Judia Raquel — Romance original de costumes, livro, Rio de Janeiro (RJ).

. Número de autoras: duas.

. Nomes: Francisca Senhorinha da Motta Diniz (mãe) e Albertina A. Diniz (filha).

. Texto original

http://objdigital.bn.br/objdigital2/acervo_digital/div_obrasraras/or7842/or7842.pdf

____________________1890____________________

O Esqueleto (Mistérios da Casa de Bragança), Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro (RJ).

. Número de autores: dois.

. Nomes: Olavo Bilac e Pardal Mallet.

. Início do folhetim: http://memoria.bn.br/DocReader/103730_03/367

Comodoro (Romance fim de século), Cidade do Rio, Rio de Janeiro (RJ).

. Número de autores: dois.

. Nomes: Oscar Rosas e Virgílio Várzea.

. Início do folhetim: http://memoria.bn.br/docreader/085669/3020

____________________1891____________________

Paula Matos ou o Monte de Socorro, Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro (RJ).

. Número de autores: quatro.

. Nomes: Aluísio de Azevedo, Coelho Neto, Olavo Bilac e Pardal Mallet.

. Início do folhetim: http://memoria.bn.br/DocReader/103730_03/3885

____________________1892 (?)____________________

O Renegado!, livro, lugar de publicação desconhecido.

. Número de autores: dois.

. Nomes: Emília Freitas (a romancista de A Rainha do Ignoto) e Artúnio Vieira (marido).

. Referência (Jornal do Commercio [Manaus, AM], 20/8/1908, número 1584, página 1, penúltima coluna):

http://memoria.bn.br/DocReader/170054_01/6125

____________________1894____________________

Sanatorium, Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro (RJ).

. Número de autores: dois.

. Nomes: Magalhães de Azeredo e Olavo Bilac.

. Início do folhetim: http://memoria.bn.br/DocReader/103730_03/10811

____________________1896–1897____________________

Coração sem Alma, Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro (RJ).

. Número de autores: três.

. Nomes: Guimarães Passos, Olavo Bilac e Pedro Rabelo.

. Início do folhetim: http://memoria.bn.br/DocReader/103730_03/15385

O Crime da Rua Fresca — Romance de capa e espada por sete penas ilustres, A República, Rio de Janeiro (RJ).

. Número de autores: sete.

. Nomes: Alcindo Guanabara, Érico Coelho, Guimarães Passos, João de Sousa Laje, Lúcio de Mendonça, Luís Murat e Olavo Bilac.

. Referência: Olavo Bilac e Seus Pseudônimos, páginas 74 e 75, em Machado de Assis e Outros Estudos, J. Galante de Sousa, Livraria Editora Cátedra e Instituto Nacional do Livro, Brasília, 1979.

____________________1897____________________

A Cabeça que Fala, Gazeta de Notícias, Rio de Janeiro (RJ).

. Número de autores: três.

. Nomes: Guimarães Passos, Olavo Bilac e Pedro Rabelo.

. Início do folhetim: http://memoria.bn.br/DocReader/103730_03/15569

Estricnina, livro, Porto Alegre (RS).

. Número de autores: três.

. Nomes: José Carlos de Souza Lobo, José Paulino Azurenha e Mário Totta.

. Referência (O Romance-folhetim na Imprensa Porto-alegrense no século XIX, página 6, Antonio Hohlfeldt):

http://www.portcom.intercom.org.br/pdfs/dfa4efff2f47775b53da36114f6ccb71.pdf

____________________1898–1899____________________

A Casa Verde, Jornal do Commercio, Rio de Janeiro (RJ).

. Número de autores: dois.

. Nomes: Filinto de Almeida e Júlia Lopes de Almeida.

. Início do folhetim: http://memoria.bn.br/DocReader/364568_08/30654

_______________________1899_____________________

O Nó. Romance naturalista, Cidade do Rio, Rio de Janeiro (RJ).

. Número de autores: desconhecido.

. Início do folhetim: http://memoria.bn.br/docreader/085669/9683

____________________1899–1900____________________

A Caveira Misteriosa, O País, Rio de Janeiro (RJ).

. Número de autores: dois.

. Nomes: Felix Bocaiúva e João Andréa.

. Início do folhetim: http://memoria.bn.br/DocReader/178691_02/24108

____________________1900____________________

Lufada Sinistra, A Bahia, Salvador (BA).

. Número de autores: cinco.

. Nomes: Afrânio Peixoto, Augusto de Menezes, Bráz do Amaral, Jorge de Moraes e Juliano Moreira.

. Referência (As ciências de Afrânio Peixoto: Higiene, Psiquiatria e Medicina Legal (1892–1935), página 63, Renata Prudencio da Silva, Rio de Janeiro, 2014):

http://www.ppghcs.coc.fiocruz.br/images/dissertacoes/teste/tese_renata_prudencio.pdf

____________________1906–1907____________________

O Queijo de Minas ou História de um Nó Cego, Minarete, Pindamonhangaba, (SP).

. Número de autores: dois.

. Nomes: Godofredo Rangel e Monteiro Lobato.

. Observação: o conto é a primeira história brasileira com jogadores de futebol (um goleiro e um zagueiro) como personagens.

. Texto atualizado: https://id.b-ok.org/book/2380822/24a8b1

____________________1910____________________

O Ás de Copas, livro, Rio de Janeiro (RJ).

. Número de autores: dois.

. Nomes: José Ângelo Vieira de Brito (pseudônimo: Bock) e Eça da Cruz.

. Referência (O Rio Nu [Rio de Janeiro, RJ], 9/4/1910, número 1224, página 5, segunda coluna):

http://memoria.bn.br/pdf/706736/per706736_1910_01224.pdf

____________________1920____________________

O Mistério, A Folha, Rio de Janeiro (RJ).

. Número de autores: quatro.

. Nomes: Afrânio Peixoto, Coelho Neto, Medeiros e Albuquerque e Viriato Corrêa.

. Publicação em livro impresso: 1920. Reedição de 1928:

https://www.literaturabrasileira.ufsc.br/documentos/?action=midias&id=129180

Mãos de Náufrago, A Folha (RJ, em dias úteis) e O Jornal (RJ, aos domingos).

. Número de autores: seis.

. Nomes: Afonso Celso, Augusto de Lima, Humberto de Campos, Goulart de Andrade, Júlia Lopes de Almeida e Oscar Lopes.

. Provável início do folhetim: http://memoria.bn.br/DocReader/110523_02/2439

____________________1928____________________

O Tesouro de Cavendish, livro, São Paulo (SP).

. Número de autores: dois.

. Nomes: Alfredo Ellis Júnior e Menotti del Picchia.

. Texto original: https://www.estantevirtual.com.br/busca?q=thesouro+de+cavendish

____________________1930____________________

El-Rey, O Jornal, Salvador (BA).

. Número de autores: três.

. Nomes: Dias da Costa, Edison Carneiro e Jorge Amado.

. Referência (Gilfrancisco):

http://sergipeeducacaoecultura.blogspot.com/2011/05/lenita-estreia-do-romancista-jorge.html

. Observação: publicação em livro em 1931 como Lenita.

____________________1932____________________

Segredo Conjugal, livro, Rio de Janeiro (RJ).

. Número de autores: nove.

. Nomes: Afonso Celso, Afrânio Peixoto, Alexandre Delamare, Augusto Lima, Fernando Rodrigues, Mme. X (único pseudônimo), Maurício de Medeiros, Medeiros e Albuquerque, Roquete Pinto.

. Referência para a coautora (O Imparcial [São Luís, MA], 20/10/1932, número 4047, página 5, quarta coluna): http://memoria.bn.br/DocReader/107646/12709

. Texto original:

https://www.estantevirtual.com.br/livros/affonso-celso-e-outros/segredo-conjugal/4024139294?q=segredo+conjugal

____________________1942____________________

Brandão entre o Mar e o Amor, livro, São Paulo (SP).

. Número de autores: cinco.

. Nomes: Aníbal Machado, Graciliano Ramos, Jorge Amado, José Lins do Rêgo e Rachel de Queiroz.

Texto atualizado

https://www.estantevirtual.com.br/busca?q=brand%E3o+entre+o+mar+e+o+amor

____________________1961–1962____________________

O Mistério dos MMM, O Cruzeiro, Rio de Janeiro (RJ).

. Número de autores: dez.

. Nomes: Antônio Callado, Dinah Silveira de Queiroz, Herberto Sales, João Guimarães Rosa, Jorge Amado, José Condé, Lúcio Cardoso, Orígenes Lessa, Rachel de Queiroz e Viriato Corrêa.

. Início do folhetim: http://memoria.bn.br/DocReader/003581/133078

--

--

Escritor. Pesquisador independente. Focos: história da literatura brasileira e do futebol, escravidão e técnica literária.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Sérgio Barcellos Ximenes

Escritor. Pesquisador independente. Focos: história da literatura brasileira e do futebol, escravidão e técnica literária.