Animações japonesas perderam seu espaço na televisão brasileira— junto com boa parte da programação infantil da TV aberta — e as crianças não esperneiam mais por bonecas de Sailormoon ou de Cavaleiros no Zodíacos nas lojas de brinquedos.
A crise na indústria dos animes: existe mesmo?
Pachi
284

As crianças de hoje em dia do Brasil, não todas, mas a grande maioria, não tem mais vontade de assistir a programas infantis na televisão. O negócio é a Internet que tomou uma grandiosa parte do público. Mas não foi só a Internet. Existem outros meios pelos quais a televisão aberta perdeu seu público: televisão a cabo, celulares, games, a perda de inocência, pornógrafos, etc. Todos essas coisas “roubaram” o público que os desenhos tinham antigamente.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Sheldon Campos’s story.