Artigo Delas: Quer Mudar a sua vida em 2019

Artigo originalmente publicado no Delas.pt

Sabe aquele grupo de amigas com quem janta uma vez por mês desde o secundário?
 E aqueles grupos no WhatsApp, o das mães, o das amigas do ginásio, o das amigas dos concertos, o outro das amigas das amigas mas que também são umas queridas, as miúdas do clube de fotografia…

Se pertence a algum destes grupos saiba que está numa irmandade — no sentido lato da palavra. Associamos, na maior parte das vezes, o conceito de Irmandade a religião. Mas fique a saber que uma Irmandade é também uma liga ou associação de pessoas com o mesmo fim. No inglês o conceito designa-se de sisterhood e as mulheres que os constituem são exímias na sua proliferação e expansão pois obtém resultados mensuráveis e directos.

Alguns destes grupos são apenas isso, grupos para trocas de informações. O que distingue os grupos das Irmandades é o sistema de confiança inerente entre os membros. Desde o processo de selecção, que é sempre vetado por algum dos membros, passando pela forma de funcionamento do mesmo até à qualidade das informações partilhadas.

Estar associada à Irmandade X ou Y pode ser fundamental em 2019 para a sua progressão na sua carreira profissional ou até mesmo para encontrar pessoas com as quais se identifique mais.

Aqui ficam cinco dicas do que poderá fazer até ao final do ano para entrar em 2019 numa nova irmandade:

1) Definir qual o seu grande objectivo em termos de relações pessoais para 2019:
 — Quer novos amigos? Quer mais qualidade com os que já tem? Quer conhecer pessoas com as quais se identifique mais?

2) Prospecção de mercado
 — Que grupos existem? Pode perguntar à sua rede, mas aí poderá ser tendencioso. A melhor solução é sempre procurar em redes desconhecidas para obter respostas totalmente diferentes.

3) Quem é quem
 — Sim passa muito por jogar ao quem é quem, e efectivamente perceber quem está no grupo, como funciona e se há alguma conexão que a possa apresentar.

4) Estabelecer conexões verdadeiras
 — A era de trocar cartões já passou de moda. Hoje em dia as verdadeiras conexões valem ouro pois são elas que nos enriquecem o dia-a-dia, e num tempo em que tudo é efêmero, isto é fundamental.

5) Valor, valor, valor
 — Já mencionei a palavra valor? Faça o que fizer só vale se acrescentar algum valor, e sim todas temos valor para acrescentar a algo. Sem isso a sua prestação também não será uma mais valia para o grupo.

Boas pesquisas e boa sorte para 2019. Se tiver mais algumas dicas pode enviar-me por email aqui.


Originally published at Jackie Silva.