Aos amigos

Esses foram dias longos e difíceis, não há como negar para quem já me conhece a tempo suficiente de saber algo sobre mim, aos que não, só deixo afirmando que foram longos e difíceis mesmo. Há pessoas que se adaptam fácil demais as coisas, eu claramente não sou uma dessas e só fui perceber isso quando dei uma virada na vida e saí de Bom Despacho. Já vai fazer quase dois anos isso e uma das certezas que já tive nesse tempo, que passei boa parte meditando sobre, foi que o que faz um lugar ser especial é aquilo que você já passou nele, seja com pessoas, lugares, experiencias, etc. Se a gente só sente saudades de algo quando a gente perde, foi perder Bom Despacho que me fez achar Belo Horizonte tão estranho. Já tem quase dois anos e eu ainda não me adaptei a capital, é corrido demais, as pessoas são distantes demais e isso me incomoda de um jeito que nem sei explicar. Outro lado negativo disso é que eu to ficando igual a elas em suas vidas corridas e horários apertados, andei percebendo isso de uns meses para cá já que tenho conversado menos com quem eu gosto, andado mais ansioso, comendo mais, minha criatividade diminuiu drasticamente e ando bebendo muito café. As vezes tento explicar isso a quem é próximo e não consigo, mas é algo que o ambiente diário anda impondo a mim e a unica alternativa que vejo é me livrar dele, só estou aqui por causa do meu curso mesmo e nada mais, mas qualquer porta que se abrir com outras opções, eu to entrando. Não sinto que meu futuro esta aqui e acho que to precisando dar uma virada na vida mais uma vez, passar um tempo longe em outro lugar e conhecer outras pessoas e quem sabe achar um lugar onde eu não me sinta tão deslocado.
Se o que faz o lugar especial é o que já passamos nele, ainda vou ter que descobrir se o que vivi nessa cidade é forte o suficiente para não me deixar partir. Bom, ainda não tenho a minima ideia pra qual direção ir, mas se um dia precisar, eu sei para onde posso voltar.

Like what you read? Give Fabrício Martins a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.