O meu problema é pensar demais

Eu continuo a rir
Eu ando pro aí
Desprendido dos meus vários mundos 
Algumas vezes sozinho
Algumas vezes acompanhado de pensamentos imundos

Sei que os devaneios fazem parte
Mas em parte, eu tento viver sem muitos anseios
Não que isso me adiante algum resultado
Mas me evita uns momentos feios

Pois andei pensando que um mal que ando carregando é esse de pensar demais
Eu queria pensar só o suficiente para que me não tornasse vão
Só bastante para parecer um pouco são
Não é difícil pensar demais e sem descanso, difícil é pensar só o suficiente sem que você trave seu mundo e acabe os encantos

Você pode até achar que estou louco que em minha cabeça, falta um parafuso
Eu digo que isso pode ser obtuso, rude, feio, mas é apenas a verdade
Agora duvidem! Duvidem! Continuem duvidando, e acabem refletindo sobre isso que estou falando
Percebam! Aceitem! Que esse lance de pensar demais anda matando a mim e muita gente

Ainda ando tentando renascer por dentro, poderia ser até mesmo no próprio mês de fevereiro
Mas quem quiser renascer que destrua o seu próprio mundo primeiro

Essas ideias tão sendo gritadas da minha cabeça
Pois é algo que carrego em mesmo para que quase de nenhum modo apareça
Eu me escondo muito em mim quando busco minhas verdades, evitando ao máximo me ferir 
Mas quantas vezes na vida a gente acha umas verdades que ninguém quer ouvir?

Eu também me escondo quando vejo às imparidades
Das minhas felicidades que só vem com algumas dificuldades 
Mas não me olhe com maldade, venho até aqui com alguma seriedade, pois, Não pensar demais nunca foi fácil, pelo menos para mim
Mas precisava mesmo ser tão difícil assim?

Like what you read? Give Fabrício Martins a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.