Ele pra ela

Inverno, ele tem a missão profissional de viajar 5 horas e meia. Ela a missão era fugir, esquecer o que passou, mudar a página de sua vida. Ele era simples e livre. Ela presa a um arrependimento e solidão. Destino quis que ambos, como se por sorteio, num raio de mil quilômetros se conhecessem. Incrivel! Uma noite, uma chance, um amor de inverno. Amor de uma noite. Ele, quando bateu os olhos não acreditou, tamanha beleza, ela envergonhada pois se mudara a pouco e pouco tinha a oferecer. Ele só queria ela. Chega até hoje não acreditar naquela noite, na beleza, no cheiro… Ainda pode sentir quão macia sua pele e cabelo. A química dos dois era incontestável, a vontade de estar junto novamente, por tempos depois era inegável. Mas não foi. O tempo passou, a vida dos dois foi escrevendo novos caminhos, novas metas e muito depois, novos amores… Ele sonhou em reviver aquilo, sonhou sentir aquele sentimento, aquele beijo, aliás, que beijo! Que corpo! Nossa! Pouco ele sabe dela, pouco ela sabe dele, raramente se falam até hoje. Ficou, o carinho por aquela noite, o afeto.Tenho certeza que o respeito e admiração ainda existem a torcida pelo sucesso é recíproca. Deus quis assim, uma boa companhia para ambos, como que por capricho, por uma noite! Ele não sabe se ela, como ele, suspira, até hoje ao lembrar de tudo aquilo!
Like what you read? Give Secret tales a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.