Parábola do Empreendedor

Outro dia ouvi, como há tempos não ouvia, a Parábola do Semeador, do Apóstolo Mateus. Foi inevitável não fazer comparações com a realidade que estou vivenciando como consultor e empreendedor, aliás é para isto que servem as parábolas.

Então vejamos, quando Jesus disse a seus discípulos o que em realidade significava A Parábola do Semeador, estava dando um ensinamento de alto nível, preparando-os para ser semeadores e empreendedores da Palavra Divina.

Jesus deu explicações claras relacionadas aos princípios da natureza que regem a semeadura. É muito lindo ver os campos maduros para a colheita, mas para chegar a ela, o semeador tem que trabalhar duro.

A tarefa não é fácil. Tem muitos problemas. Terra dura, pedras, espinhos, etc., atrapalham o desenvolvimento normal da semente. Para chegar ao tempo da colheita, devemos passar por esses problemas. Da abnegação e dedicação ao trabalho, dependerá o êxito do semeador, do êxito do empreendedor. No final bons frutos lhes esperam.

Com este ensinamento, podemos aprender muitas coisas úteis com relação ao Empreendedorismo:

  • É necessário terra boa e esta deve ser bem preparada.
  • A semente deve ser selecionada.
  • Nem toda a semente plantada vinga.
  • O crescimento das plantas requer cuidado, muita atenção.
  • É indispensável regar. Muita água é prejudicial. Pouca água também é.
  • Quando o grão está maduro, se não for logo colhido, se perderá.

Sem conhecimento destas leis, será muito difícil obter resultados positivos.

O semeador e empreendedor deve esperar com fé o fruto do seu trabalho. É algo que não se obtém de imediato. É preciso tempo e trabalho.

O fracasso de muitos de nós neste processo, deve-se ao fato de que não seguimos fielmente as regras que aprendemos nesta parábola. Por exemplo:

  • Queremos semear sem preparar a terra.
  • Não selecionamos adequadamente a semente.
  • Não cuidamos das plantas que nascem.
  • Não regamos adequadamente.
  • Não colhemos a tempo.

Então, que tipo de empreendedor ou semeador queremos ser?

“A Parábola do Semeador
“Tendo Jesus saído de casa, naquele dia, estava assentado junto ao mar;
E ajuntou-se muita gente ao pé dele, de sorte que, entrando num barco, se assentou; e toda a multidão estava em pé na praia.
E falou-lhe de muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis que o semeador saiu a semear.
E, quando semeava, uma parte da semente caiu ao pé do caminho, e vieram as aves, e comeram-na;
E outra parte caiu em pedregais, onde não havia terra bastante, e logo nasceu, porque não tinha terra funda;
Mas, vindo o sol, queimou-se, e secou-se, porque não tinha raiz.
E outra caiu entre espinhos, e os espinhos cresceram e sufocaram-na.
E outra caiu em boa terra, e deu fruto: um a cem, outro a sessenta e outro a trinta.
Quem tem ouvidos para ouvir, ouça. (Mateus 13:1–23).”

Silvio Soledade — CEO da PlanoGestão — Consultor de Empresas — Diretor Cultural da APP (Associação dos Profissionais de Propaganda

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Silvio Soledade’s story.