O que algumas marcas nos ensinam sobre laços emocionais com o produto

https://ederepente50.files.wordpress.com/2016/07/la-loba-bolsa-vegana-grande-branca-r37900-www-laloba-com-br.jpg?w=604

O sistema da moda manipula o consumidor para que ele consuma cada vez mais. A cada temporada novos modelos são lançados, estilos propostos, novas cores, texturas, silhueta. Existe uma pressão para atualização constante do vestuário e acessórios. A pressão é tanta que sequer se tem espaço para uma reflexão da necessidade ou não de novas compras. As vezes o novo modelo sofre uma pequena alteração é já lançado como uma nova tendência, um novo produto. É promovida uma mudança constante e mais roupas a serem descartadas. A Indústria da Moda deve pensar de forma consciente, fazer uma reflexão sobre o tempo de pesquisa gasto para criação de uma coleção, materiais utilizados, energia, mão de obra e dentro de pouco tempo toda essa pesquisa ser considerada obsoleta. Ou seja a peça é criada já com a lógica da obsolescência programada. O Vestuário tem de ser pensado a fim de possibilitar uma maior durabilidade, onde o consumidor possa criar laços com essa peça, que possa fazer parte da história da pessoa e que possibilite maiores possibilidades de uso. Que essa roupa possa respeitar o tempo de transição da pessoa, que ela possa trocar de vestuário e não de tendência. Isso é agregar valor a um produto.

Um exemplo disso é a marca africana Mille collines criada em 2009 em Kigali (Ruanda) pelos estilistas espanhóis Inés Cuatrecasas e Marc Oliver. “Feito na África para a África e a aposta da Mille collines. A proposta da marca é aproximar os consumidores das suas peças únicas feita a mão por artesãos profissionais, onde mistura tradição e tendências globais. Essa mistura de tradição e modernidade conectam nossas emoções.”

No Brasil temos a marca de bolsa La Loba, uma marca atemporal que não segue modismos ou tendências. O seu foco é a mulher real, onde incentiva a liberdade de ser de cada uma. O trabalho de confecção é artesanal, cujo objetivo é levar a cliente mais que um acessório, uma obra de arte. Com essa dedicação no produto, essa delicadeza e cuidado a pessoa tende a criar laços com essa peça onde a terá por muitos anos.