E que hoje não ouça nada sobre desgraçadas mimadas.
Dionísio, o barman e a ferida.
SantosJr
444

E que hoje não ouça nada sobre desgraçadas portas trancadas. Porque de bêbado, idiota e louco todo mundo tem um pouco. Rs!

Trocadilhos a parte, parabéns Sândalo! Ótimo monólogo de um desiludido com a própria consciência. Mais uma peculiaridade que possui a identidade de muitos que o leem.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.