Our May Report for our Facebook Page (by Célia Fernandes)

Não há como ignorar o Facebook como um meio importante no processo de comunicação de qualquer marca. Hoje são muito poucas as pessoas e as marcas que não possuem uma conta nesta rede social. Daí as marcas e os Social Media Managers questionarem-se: qual a melhor estratégia para atuar no Facebook? Quantas publicações e a que horas se deve publicar no Facebook? Como criar engagement?

Os dados estatísticos da página de Facebook são uma fonte de informação importante para responder a estas questões. A análise e a interpretação de centenas de dados estatísticos para extrair os insights mais importantes pode ser, por vezes, complexo, mas é fundamental para conhecer a audiência, medir o retorno e a qualidade da gestão da página. Essa monitorização do desempenho da página deve ser constante. Ao fim do primeiro mês do projeto Skills Lab, efetuamos uma análise detalhada dos dados estatísticos da página de Facebook do Skills Lab.

O Facebook oferece uma panóplia de dados estatísticos, desde número de gostos, número de cancelamentos, alcance das publicações, interação dos seguidores com a página, visualizações da página, comportamento online dos seguidores, características da audiência, entre outros. Após observarmos estes dados, partilhamos algumas das ilações que verificamos:

· as publicações de vídeo em direto foram apresentadas a cerca de metade da audiência;

· as principais ações dos seguidores às publicações são reações de gosto e adoro;

· as ações de comentários e partilhas são residuais;

· e, as publicações de fotos e vídeos têm uma taxa de interação mais elevada do que apenas atualizações de estado e partilha de ligações.

Com a análise destes insights à página de Facebook do Skills Lab juntamente com as características dos nossos seguidores conseguimos extrair informações relevantes para verificar o que manter e o que redefinir na estratégia da marca Skills Lab no Facebook.

Não existe uma fórmula única de sucesso no Facebook, o segredo é planear, avaliar e testar para descobrir o que está a funcionar, sem nunca esquecer quem é a nossa audiência.