Eu decidi fazer história

Rapaz, com esse título algumas pessoas vão pensar que eu decidi cursar história, não me acho tão capaz de receber tanto conhecimento assim, pois creio que morreria com tanta coisa na cabeça. Povo corajoso.

Eu quero mesmo é fazer história nos lábios de Gabriel, sim..Sim! Nome de anjo, quem avista de longe pensa que é. — sabem tão pouco… — O modo como esse projeto de homem me faz pensar nele, o jeito como ele me toca. me toca.

Certo dia peguei-me olhando-o por completo, é inevitável não roçar a língua no lábio inferior, quando dei por mim estávamos em uma sala, laçados em um sofá. Mas se você pensa que ele e eu estávamos fazendo amor(rs). Não! Estávamos eu e minha companheira fiel, imaginação.

Não é que nunca tenha rolado nada, pois você deve imaginar que ele é um rapaz do meu colégio, onde eu fico admirando-o de longe e suspirando… Não! Again. Beijamos. Chupamos. E nos amamos de maneira discreta.

Nunca fui amada de maneira certa, mas esse ser humano(ou anjo rsrs) sabe como me olhar, com carinho, me comendo, me chamando, tudo com o olhar.

Eu o amo sucessivamente e fortemente.