Vou fazer um plano de previdência privada e meu dinheiro vai render bem durante vários anos….só que não!

Um dos problemas dos planos de previdência privada é que eles rendem pouco. Alguns investem o seu dinheiro em renda fixa, outros em renda variável, mas mesmo assim, a rentabilidade é baixa. E isso acontece porque as instituições financeiras que vendem esses planos ficam com quase toda a rentabilidade. Sabe como? Cobrando taxas altíssimas que parecem pequenas, às vezes de 2%, às outras 5% (mas pode ser mais) e isso parece quase nada. Mas, na verdade é muita coisa!

As taxas são basicamente duas: de administração e de carregamento. A de administração geralmente incide sobre patrimônio total. Isso quer dizer que, alguém que tenha 100 mil investidos num fundo com uma taxa de administração de 2% ao ano vai pagar R$ 2 mil por ano para a administradora. Em 20 anos, serão pelo menos R$ 40 mil só de taxa de administração, mas esse valor aumenta, na medida em que novas aplicações forem feitas.

Mas não é só isso!

Tem também a taxa de carregamento. As instituições dizem que ela serve para arcar com os custos da empresa que administra a aplicação. Esta taxa é cobrada sobre as contribuições. Vamos a um exemplo: você investe R$ 500,00 por mês no seu plano que tem uma taxa de carregamento de 5%. Na verdade, você vai investir R$ 475,00, porque R$ 25,00 (ou seja, 5% do seu investimento mensal) já foram cobrados de antemão. Em um ano são R$ 300,00 só de pagamento dessa taxa.