O dia que descobri que não queria ser nerd

Ufa. Que tamanho de título! 2016, estou no terceiro ano do Ensino Médio e último semestre do curso técnico e com TCC de ambas para terminar. E logo neste ano descobri que não quero ser nerd. Mas uai, o que é ser nerd?
 No começo da “jornada escolar”, a definição que eu tinha era: nerd é uma pessoa inteligente que sabe as respostas na sala de aula. Até aí, tudo bem.
 Porém na prática, aprendi que ser nerd é algo muito além disso. Ser nerd é decorar todas as respostas, fazer todos os exercícios (mesmo sem entender sobre eles, copiar do Google vale), tirar notas excelentes nas provas (respondendo aquilo que decorou no dia anterior) e na maioria das vezes fazer as atividades que o professor impõe sem nem saber o objetivo e sem questionar. É ter a mente fechada, saber discutir apenas o que decorou, muitas vezes não gostar de filosofia pois não é uma matéria com resposta formulada, há a necessidade de pensar.
 Ser nerd não é sinonimo de ser bom aluno. Ser nerd é enfrentar consequências de não aprender o conteúdo, não entender o objetivo das atividades e não saber tomar decisões e avaliar situações é ter boas notas e não adquirir conhecimento.
 Não me leve a mal, devem existir nerds que não se encaixam nisso, afinal padrões não são absolutos. Mas por favor, não quero ser nerd.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Natália Soares’s story.