-só queria um trago
-não se espanta que esteja tão magra
-e deveria me entalar de nicotina e metano pra expandir a carne?
-se o paladar se nega a dois tragos, não espero que clame por mais coisa nenhuma.
-por contato humano.
-eu?
-não, não você
-aceito, mas questiono. poderia metaforizar pessoas e livros.
-se quiser metaforizá-los, não se contente com o raso. todos os livros são dignos de leitura. se quero me afogar e gritar -alto- , se quero me doar um pouco, e quem sabe instantaneamente por inteiro, não me cativa qualquer seção, pois o instinto se limita a certas vontades, e se as nego não sou quem sou. e não quero ler um livro fingindo ser outro, sugar as palavras pra um corpo alheio.
-me agrada que prossiga se agradando
-consequência irrelevante
-se agradar?
-te agradar.
-prossigo
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.