a dose diária do lembrete
é necessária para uma boa noite de sono

mesmo quando não toma,
ela quebra a porta sem cerimônia
enfia goela abaixo
abre seus olhos pra cutucar sua pupila

tudo parece claro demais
incômodo, chega a fritar a retina

ao mesmo tempo, vem o vício
a certeza, mesmo sem provas
muito menos os menores indícios
da concretização das lembranças

amanhã, elas habitam um lugar inalcansável
minhas pernas curtas não atingem horizontes
a essência se perdeu no meio do caminho
na travessia entre o amanhã e o hoje
e a cada dia 
parece mais passado

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.