Às vezes as palavras me faltam e eu engasgo

Me falta um sopro divino

Para explorar

Sobrepor

Tossir

E então eu trago

Essa fumaça do cotidiano

Nicotina em um maço

De vinte cigarros

Que tentam

Tropeçam bravamente

Para tomar a forma de uma poesia

Em vez disso

Eu sopro.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.