sobre como escrevo, como pinto, como cago

André Breton (1896–1966): “Automatismo psíquico em estado puro, mediante o qual se propõe exprimir, verbalmente, por escrito, ou por qualquer outro meio, o funcionamento do pensamento. Ditado do pensamento, suspenso qualquer controle exercido pela razão, alheio a qualquer preocupação estética ou moral”.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Sophia’s story.